JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Será o fim do JurisWay?
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL


Autoria:

Aurefrancis Dória Alves Pereira


Aurefrancis Dória Alves Pereira OAB/MG: 188.964 francis.advogado@yahoo.com Graduação na Universidade do Estado de Minas Gerais/UEMG CAMPUS DIAMANTINA/MG

Endereço: Rua Dr. Romulo Franchini , 199
Bairro: Bela Vista

Gouveia - MG
35500-210


envie um e-mail para este autor

Resumo:

Neste artigo você encontrará dicas valiosas sobre a Separação e Divórcio. Irei publicar 5 artigos sobre o tema no decorrer da semana, este será o primeiro. Fique ligados! Tenho certeza que minhas dicas será valiosas pra você no dia a dia

Texto enviado ao JurisWay em 23/08/2018.

Última edição/atualização em 26/08/2018.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL


Olá Caríssimos Colegas! Tudo bem?

Estamos mais uma vez aqui trazendo dicas valiosas relacionadas ao DIREITO pra você sanar eventuais dúvidas do seu cotidiano. E na próxima semana vou abordar um tema muito INTERESSANTE que é a SEPARAÇÃO e o DIVÓRCIO. E tenho certeza que vocês irão gostar muito!

Este é um projeto de minha autoria que visa trazer para o meio virtual uma Fan Page que possa de alguma forma contribuir para a sociedade com informações e conhecimento de interesse das pessoas.

Como é um assunto bastante complexo decidi falar sobre um tema a cada dia da semana. E já na Segunda-Feira vou fazer uma pequena abordagem sobre a diferença entre SEPARAÇÃO e DIVÓRCIO para que vocês Caríssimos Colegas possam saber, mesmo que minimamente, sobre estes dois temas de grande relevância para o Direito de Família e que possa no momento de uma eventual separação ou divórcio escolher uma melhor alternativa para o caso concreto.

Porém, meus grandes amigos! Quando se fala em separação ou divórcio devemos dividi-los em consensual, Litigioso, Judicial e Extrajudicial. No decorrer da semana vamos falar um pouco sobre cada assunto e traremos dicas valiosas pra vocês Caríssimos Colegas!

De antemão, é importante ressaltar que devido ao aumento significativo de conflitos na sociedade que a cada dia mais sobrecarrega os serviços dos Magistrados no Poder Judiciário Brasileiro é dever dos OPERADORES DO DIREITO, no caso nós advogados procurar a CONCILIAÇÃO primeiramente.

Afinal grandes amigos! O bom advogado não é aquele que instiga seus clientes a procurar a justiça para resolver seus litígios, mas sim àquele profissional que escolhe o melhor caminho para o seu cliente ou caso concreto. E, na maioria das vezes, A SOLUÇÃO AMIGÁVEL entre as partes é a melhor escolha e evita uma série de problemas e transtornos para as partes. Além é claro, de ser menos oneroso, mais rápido e eficaz.

E no caso da Separação e Divórcio, a importância da tentativa de conciliação não seria diferente. Afinal, é um litígio que envolve os sentimentos das partes e principalmente tutela os direitos dos filhos do casal sendo um direito complexo e delicado que envolve o patrimônio, a integridade psicológica e física de crianças e das partes. Sendo na maioria das vezes um processos cansativo, desgastante e tormentoso para as partes envolvidas ( casal e filhos).

Nestes casos, Caríssimos Leitores! O melhor caminho é tentar solucionar a demanda da melhor forma possível.

Galera! No mais, um bom fim de semana pra todos vocês e na Segunda-Feira estaremos firmes aqui sempre trazendo algo de novo e produtivo pra você que sempre nos prestigia na minha Fan Page do Facebook!

Meus sinceros agradecimentos pelo apoio.

 

DÚVIDAS, estou a disposição no link abaixo:

 

https://www.facebook.com/aurefrancis.advogado/

AUREFRANCIS DÓRIA
OAB/MG: 188.964

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Aurefrancis Dória Alves Pereira) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados