JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Servidor Público na Lei 8.112 com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

O Conquistador


Autoria:

Danilo Santana


Advogado, OAB 32.184 MG, graduado em Direito pela PUC-MG, membro efetivo do Instituto dos Advogados. Especialização em Marketing Internacional e Pós-Graduação em Direito Público. Professor de Direito Empresarial e autor literário.

Texto enviado ao JurisWay em 14/03/2006.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?



Quase sempre no nosso cotidiano encontramos frases de efeito, mensagens religiosas, apelos publicitários ou filósofos de plantão que buscam induzir os menos atentos na crença de que se pode realizar tudo o que queira ou que em se tendo fé tudo se resolverá.

É a teoria do "eu quero eu posso". É o postulado da "força da fé".

Embora sejam parcialmente verdadeiras, as afirmações nestes termos são simplistas, incompletas, e até irresponsáveis. Os formuladores destes discursos pecam gravemente pela omissão das fortes condicionantes e dos pequenos detalhes que são inerentes a estas assertivas.

É certíssimo que quando queremos alguma coisa, e acreditamos nela, pouco importando a sua grandiosidade, singularidade, adversidade ou distância da realidade, é possível obtê-la.

Mas, não basta apenas querer e acreditar.

O querer deve ser interpretado como o ponto de partida, o instante em que se deslancha o processo de conquista e, a partir daquele momento para o futuro, a ordem é planejar, passo a passo, todas as ações que se deve empreender para atingir o objetivo.

Por isto, claro, é preciso querer, querer muito. Também é fundamental acreditar, e acreditar verdadeiramente, a ponto de se ter absoluta consciência de que, a partir daquele momento, depois da arrancada para a conquista de um objetivo, nada mais será como o fora até então.

O sucesso da empreitada, ao final, estará sempre condicionado à capacidade de cada um para se impor como um conquistador, o que implica no uso da coragem, da força de vontade e do senso de disciplina.

Só os conquistadores conseguem quebrar a monotonia do simplesmente existir e investir numa maratona de disputas com o mundo, seus medos e seus habitantes.

A fé apenas não basta.

Em alguns casos é imperioso renunciar a algumas atividades, se incompatíveis com o alcance da meta, em outros, é preciso adotar novos hábitos, se dedicar a estudos apropriados, mergulhar em pesquisas dirigidas, aprender técnicas desconhecidas e exercitar na prática os conhecimentos teóricos, sem falar em milhares de novos detalhes que farão parte do dia-a-dia e que mudarão efetivamente a vida de cada um.

O conquistador, aquele que elegeu um grande ideal a ser conquistado, deverá ter em mente que em nenhum momento, em nenhuma hipótese, nem nos sonhos, poderá se desligar do seu foco.

E mais, tudo deve ser planejado com critério, sem pressa e sem procurar pelos atalhos, quem verdadeiramente quer não pode conviver com a ansiedade.

É certo que os imprevistos sempre acontecem. Não se ganha todas as batalhas, mas, quando as erros brotam, o verdadeiro conquistador não chora, não lastima, não impreca e, muito menos perde a paciência. Ele sabe que é exatamente nos momentos de fracasso que se deve rever os passos, localizar os erros e reordenar as metas.

Portanto, se você pretende ser um conquistador não aceite como verdade absoluta aquilo que encerra apenas parte dela. Apenas querer não leva ao poder; não basta somente a fé para mover as montanhas; a sorte não é suficiente para conduzir ao sucesso e, afinal, é inquestionável, cada um constrói o seu futuro a cada minuto.

A figura do destino não existe.

Faça a sua parte, e a faça completa, com determinação, desprendimento e perseverança, só assim persistirá a chance de que você possa se tornar um conquistador, talvez um grande conquistador.
Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Danilo Santana) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Comentários e Opiniões

1) Rosimara Mariano (02/08/2009 às 23:12:31) IP: 201.82.254.20
Parabéns pelo texto, é isso mesmo você se expressou de forma clara e objetiva.
2) Carol (09/12/2009 às 14:43:06) IP: 200.144.75.5
Parabéns..gostei mto dos seus texto..
3) Soares (17/03/2010 às 16:56:16) IP: 201.9.137.86
muito bom !!!!!!!!!!!!!!!!
4) Érika (06/06/2010 às 19:58:03) IP: 187.37.97.76
Excelente colocação em relação a certos discursos que dizem que com fé, conseguiremos alcançar objetivos é preciso arregaçar as mangas e em muitas vezes ter perseverança para alcançar o que almejamos.Esse texto destaca bem essa verdade.
Obrigada pela mensagem.
5) Joaquim (14/06/2010 às 01:31:08) IP: 189.96.35.78
Ótimo!!!
6) Izabelli (22/06/2010 às 21:02:58) IP: 189.7.27.232
Excelente, sem palavras! Mudou me forma de pensar em um "simples" texto.
7) Jefferson (30/07/2010 às 09:08:09) IP: 187.102.206.3
Muito bom o texto, isto mostra que não basta ter fé, tem que ter vontade de buscar seus objetivos. Valeu !!!
8) Euneide (25/08/2010 às 13:19:40) IP: 189.97.235.125
Gostei muito do texto, pois é a parti desta convicção foco, a determinação de buscar o sonho, realizações.
9) Edemir (19/03/2011 às 17:37:05) IP: 189.98.200.204
excelente, fé por si só não basta, precisa de ação... parabens
10) Paula (24/03/2011 às 17:25:46) IP: 200.142.54.4
Muito bom!!!
11) Roberto (21/04/2011 às 18:36:51) IP: 187.90.226.33
A verdade é a arte de desvendar o engano, texto muito oportuno para quilo que almejo, parabens!
12) Niranete (01/02/2012 às 18:14:20) IP: 189.31.61.207
COMPARTILHO DO SEU PENSAMENTO. PARABÉNS PELO TEXTO. GRANDE INCENTIVO.
13) Layna (19/06/2012 às 18:09:20) IP: 187.79.13.132
Virei sua fã literária!! rs
14) Alexandre (19/10/2012 às 13:31:07) IP: 201.58.91.73
Parabêns pelo excelente texto!!!
Diz muito sobre o querer e acreditar, mas ligado a planejamento e foco!
Parabêns!!!


Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2017. JurisWay - Todos os direitos reservados