Você não está conectado 
Faça o login no JurisWay:





Não tem conta?
Cadastre-se no JurisWay

Esqueceu a senha?
Crie uma nova

Cursos > Direito Penal > Thiago Lauria

A Imputação Objetiva na Participação

Adotaremos, para firmar um ponto de partida, diante de tamanha indefinição, a posição defendida pelos autores Fernando Galvão (Imputação Objetiva), Luis Greco (Funcionalismo e Imputação Objetiva) e Rogério Greco (Curso de Direito Penal, Parte Geral), dentre outros, segundo a qual a teoria da imputação objetiva surge com o escopo de limitar o alcance da teoria da conditio sine qua non, agregando a normatividade à causalidade material. Em outras palavras, a teoria da imputação objetiva completa a causalidade clássica, sem que a adoção de uma implique na refutação da outra.


 
5
 
Este módulo possui 19 páginas.
Você está na página 5 (26%)

Voltar ao Início do Curso
Você não está logado! Login
Caso queira salvar este curso em seu histórico, faça login no JurisWay e volte ao início do curso.
Quer ir para uma página específica?

Ou veja a estrutura do curso:

A Imputação Objetiva na Participação

1,953125E-03s - 1,953125 ms