JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Recursos no Novo CPC com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

A PSICANÁLISE E A EDUCAÇÃO


Autoria:

Alessandro De Azevedo Moreira


Tenho formação em Filosofia - FAFIC, Psicanálise Clínica no CMPC, e sou acadêmico de Direito na FACDO. Especialização em Psicopedagogia, Psicologia da Religião e atualmente sou Mestrando em Teologia.

envie um e-mail para este autor

Resumo:

Visão sobre no que e como a psicanálise pode contribuir na educação em geral.

Texto enviado ao JurisWay em 18/02/2013.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

As teorias de Sigmund Freud sobre o psiquismo humano foram em sua grande maioria hodiernamente homologadas pela nossa ciência em constante evolução e rompimento de paradigmas. A Psicanálise não pode mais ser descartada como se fosse uma quimera de um homem em sua soberba intelectual. A Psicanálise tem ajudado um número incontável de pessoas em todo o planeta; e se faz mister, lembrar, que apesar de alguns psicólogos e psiquiatras ainda torcerem a cara sobre o tema, pois sai completamente do adestramento humano, a neurociência tem dado apoio a vários tópicos da psicanálise. Faz-se necessário lembrar que a psicanálise não se resume a Sigmund Freud e que foi largamente ampliada por seus sucessores. 

No processo de ensino/aprendizagem, a psicanálise é ferramenta imprescindível na prática educativa. Uma compreensão mais densa sobre o desenvolvimento do ser humano em todas as suas fases, passa ser de extrema importância na questão do que seja o aprender. Advogo a tese de que o processo de formação de qualquer profissional e principalmente aqueles profissionais que tivessem que lidar diretamente com pessoas, como os docentes, se faria imperativo, a existência de mais disciplinas que estivessem voltadas ao comportamento humano, pois ajudariam a capacitar o professor em sua práxis.

Um profissional da educação que tivesse formação também em teoria psicanalítica, ainda que não fosse clinicar, digo, uma formação específica em psicanálise voltada exclusivamente para educação, reduziria bastante alguns conflitos que podem ser observados dentro das salas de aula onde o epicentro ora está no aluno e em alguns momentos, no docente.

Se eu professor, que sou falível, como qualquer outro profissional, que em certos momentos não consigo lidar com minhas próprias emoções e cotidianamente meto os pés pelas mãos, até porque sou também humano, como posso ter condições de realizar uma tarefa das mais importantes que é o ensinar de modo adequado e com qualidade, trabalhando com pessoas que são seres em eterno vir-a-ser, que possuem dores físicas e, sobretudo emocionais que afetam de modo pontual o seu dia-a-dia, se não possuo tais saberes?

Como posso ter a habilidade de avaliar o meu aluno em todo o seu universo de potencialidades e limitações, fomentando sempre a sua criatividade que em alguns casos não serão tão pontuais, se naquele instante, o vejo apenas em alguns nuances, na parte e não no todo? Como serei justo dentro desta seara se por causa dos meus problemas internos, a minha capacidade de análise e objetividade foi comprometida pelas simpatias e antipatias e que na grande parte dos casos e nem me dou conta disto?

Como conseguirei não deixar de deslocar para alguns alunos as minhas mazelas psíquicas punindo em alguns casos, aqueles que têm pensamento próprio, que conseguem captar nuances da realidade que eu ainda não consigo ora por não ter estudado tal assunto ou ainda por ser de outra época e acreditar que não preciso aprender mais nada e só conseguir ministrar os conteúdos de maneira eficiente, se utilizar das antigas fórmulas para resolver os cálculos de física e matemática não admitindo maneiras alternativas de resolução principalmente quando não as souber?

Alguns docentes, como quaisquer outros profissionais, não possuem habilidades para gerenciar a sua psique e as psicopatologias que ali se albergam; quando estão dentro das salas de aula, não lidam de modo apropriado com algumas situações específicas do seu cotidiano. A docência está entre uma das mais estressantes profissões; existem professores que trabalham os três turnos para poderem ter uma qualidade de vida melhorzinha, devido à baixa remuneração que em grande parte do processo, se torna um vetor de alta condutividade às frustrações.

A Psicanálise pode ajuda o ser humano no seu processo de autoconhecimento; o tratamento psicanalítico proporciona um olhar direcionado sobre o nosso ser, escancarando as minúcias da existência individual sem os encarceramentos minimalistas de outras vertentes; a psicanálise liberta o indivíduo das convenções sociais e culturais conduzindo-o a um encontro especial e voluntário com o self; uma viagem emocionante que passará diante de nossas sombras, permitindo destarte, que possamos compreender melhor as outras pessoas em sua essência tendo como premissa o olhar direcionado a nossa humana condição.

SAPERE AUDE!

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Alessandro De Azevedo Moreira) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2017. JurisWay - Todos os direitos reservados