JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Kit com 30 mil modelos de petições
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

JOÃO MARCOS COSSO ANULA INTERROGATÓRIO POR VIDEOCONFERÊNCIA NO STJ HC 193025


Autoria:

Dr.joao Marcos Cosso


João Marcos Cosso, Bacharel em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto-SP. UNAERP

Endereço: Rua São Carlos, 1878 - Vila Mariana
Bairro: Vila Mariana

Ribeirão Preto - SP
14075-100

Telefone: 16 36172188


envie um e-mail para este autor

Outros artigos da mesma área

LAVAGEM DE DINHEIRO NO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL COM ANÁLISE DAS LEIS 9.613/98 E 7.492/86

A DOSIMETRIA DA PENA SOB A ÓTICA DE SUA APLICAÇÃO E A POLÍTICA CRIMINAL

Breve análise doutrinária acerca dos crimes contra o sentimento religioso e repeito aos mortos

Perspectivas da sociedade moderna num País armado: Monopólio do Estado ou autotutela do cidadão?

2012 - POLÍTICA PÚBLICA DE TRATAMENTO A VICIADOS EM CRACK

Questões para fins de estudo na cadeira de prática penal

A PUNIBILIDADE NO CRIME DE USO INDEVIDO DE INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA E O ELEMENTO SUBJETIVO DO TIPO CONSISTENTE NO DOLO EVENTUAL

A controvérsia acerca do recebimento da denúncia no processo penal

A Aplicação da Teoria do Elo no Enfrentamento à Violência Doméstica

O senso comum e as inovações no Código de Processo Penal Os discursos sobre a Lei 12.403/11 na mídia catarinense.

Mais artigos da área...

Resumo:

No HC 193025 DO STJ. COMO RELATOR JORGE MUSSI, QUINTA TURMA, O BACHAREL EM DIREITO JOÃO MARCOS COSSO, ANULOU O INTERROGATÓRIO DO RÉU POR VIDEOCONFERÊNCIA EM 2007, E JA REQUEREU A SOLTURA DOS RÉUS. VOTO UNÃNIME.

Texto enviado ao JurisWay em 02/10/2011.

Última edição/atualização em 05/10/2011.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

 

Em habeas-corpus impetrado pelo Bacharel em Direito,  João Marcos Cosso, no STJ, foi anulado o interrogatório do réu por videoconferência. A turma entendeu que a lei só foi valida em 2009, e o réu foi ouvido por videoconferência em 2007, portanto não existia a lei. O habeas-corpus foi julgado em decisão final por unanimidade e o impetrante ja pediu a soltura do réu e dos co-réus. Na decisão o Ministro manda anular o interroagatório do réu, inclusive o processo, até razões finais, inclusive.

Os Réus foram condenados a mais de 196 anos de prisão, por tráfico de drogas. e associação.

O Impetrante vem insistentemente mostrar que a muitas falhas no processo, inclusive quer demonstrar ainda que existe duas provas proibidas, o que extinguiria de vez o processo.

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Dr.joao Marcos Cosso) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2021. JurisWay - Todos os direitos reservados