JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Kit com 30 mil modelos de petições
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

Socorro. Pare! Ajude.


Autoria:

Elisangela Marcia Dos Santos


Elisângela Santos, Advogada, Pós-graduanda em Direito Processual pelo Instituto de Educação Continuada da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - IEC-PUC MINAS, Formada pela PUC MINAS. Servidora Pública da Secretaria Municipal de Saúde em Contagem/MG. Dinâmica e atuante na sociedade em que vive."Escrever é uma arte". Graciliano Ramos

envie um e-mail para este autor

Outros artigos do mesmo autor

Parentesco x Capacidade
Direito Constitucional

Senado
Outros

Dignidade é respeito!
Direitos Humanos

O papel da perícia psicológica na execução penal
Direito Penal

Intervenção de Terceiros
Direito Processual Civil

Mais artigos...

Resumo:

Uma das grandes violências inadimissiveis, é a exploração sexual infantil. Um tema dura de ser discutido, pois quando falamos em criança lembramos de sua dependência e confiança nos adultos. Muitos desses que deveriam cuidar estão maltratando.

Texto enviado ao JurisWay em 12/11/2009.

Última edição/atualização em 17/11/2009.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

           Atualmente, a exploração sexual de crianças e adolescentes toma um grande espaço na mídia. O Estatuto da Criança e do Adolescente, conhecido como ECA, em vigor desde 1990, resguarda com veemência seus direitos. Mas, não esta conseguindo diminuir os casos de exploração sexual, que continua crescendo. A pedofilia é um delito tão alarmante na nossa sociedade que entrou em vigor a lei nº 3.773/2008 que transforma em crime o armazenamento de imagens de sexo envolvendo crianças e adolescentes.
            Então, o que fazer para combater essa exploração ? A ação do governo, através da nova lei é uma das formas, sua aplicação poderá exercer uma coerção nos possíveis criminosos. A reestruturação dos valores familiares que hoje se encontram em decadência, também é um forte aliado. Uma família com valores éticos e morais possui mecanismos para educar bem as crianças e conseqüentemente, transformará os adolescentes.
            A educação tem um papel fundamental nessa luta. A escola integrada (modelo americano), onde as crianças e os adolescentes permanecem na escola o dia inteiro, pode contribuir para que eles adquiram conhecimento. Durante o período do dia, os pais estão trabalhando e eles permanecem em casa, muitas vezes sem orientações de algum adulto. A escola integrada tem como foco, além do “ensino básico”, elaborar atividades que despertem a criatividade e a cidadania, para contribuição na formação de cidadãos.
 
            Portanto, o combate a exploração sexual, faz parte da competência coletiva do governo, da família e da sociedade. Essas “instituições” são responsáveis diretamente para o bom desenvolvimento das crianças e dos adolescentes. Não podemos fechar os olhos para o pedido de socorro que escutamos todos os dias. Devemos cuidar do futuro do nosso país, que são os jovens.

Elisângela Márcia dos Santos- universitária do

Curso de Direito da PUC/Betim e

funcionária pública da saúde de Contagem.

 

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Elisangela Marcia Dos Santos) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2021. JurisWay - Todos os direitos reservados