JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Será o fim do JurisWay?
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

Modelo de exceção de incompetência do juízo criminal


Autoria:

Diemes Vieira Santos


Diemes Vieira é Advogado. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais em 2015. Especializado em Direito Penal e Processo Penal pela PUC - MG Possui incondicional amor ao desafio e vê o estudo como uma forma de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Apaixonado pelo conhecimento jurídico, psicológico e científico. Experiente em Direito Criminal.

envie um e-mail para este autor

Resumo:

trata-se de peça processual arguindo a exceção de incompetência do juízo criminal.

Texto enviado ao JurisWay em 01/09/2018.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA _______ ª VARA CRIMINAL, DA COMARCA DE ___________ BELO HORIZONTE – MG.

D.V.S., brasileiro, solteiro, comerciante, domiciliado na Rua: ------------ nº---- nesta Comarca de ----------- Estado de -------, vem mui respeitosamente perante V. Exa., por intermédio de seu advogado (procuração anexa), com fulcro no art. 108, do Código de Processo Penal, arguir a presente EXCEPTIO INCOMPETENTIAE JUDICIS, pelas razões de fato e de direito que passo a expor.

I) DOS FATOS

Na data de 29 de dezembro de 2017, o arguente emitiu cheque seu personalizado nesta Comarca de --------, Estado de -------------, a favor da suposta vítima, L.F.N, tendo como sacado o Banco K.K.K.R.S. S/A.

A ordem de pagamento a vista, constante da folha nº 06 dos autos, foi depositado e cobrado na agência da suposta vítima, estabelecimento de crédito situado na Comarca de ---------, Estado de ---------, onde o pagamento do mesmo foi recusado por estar sem provisão de fundos, o que se constata pelo carimbo no verso do título.

Pelo o que se depreende do inquérito policial instaurado nesta circunscrição de ---------, Estado de -------, o beneficiário declarou que embora emitido nesta cidade, o título tinha como praça de cobrança a Comarca de --------, Estado de --------.

II) DO DIREITO

Nesse sentido cabe observamos as considerações do Doutrinador JOSÉ FREDERICO MARQUES:

“no direito brasileiro, o foro comum ou geral, na Justiça Criminal, é o do luar da infração, isto ´´e, o denominado fórum delicti commissi. É o teor do art. 70 do CPP, na cabeça do preceito, in verbis: “A competência será, de regra, determinada pelo lugar em que se consumar a infração, ou, no caso de tentativa, pelo lugar em que for praticado o último ato de execução”. Segundo a doutrina de Ferreira e Souza “os delinquentes tornam-se pelo delito súditos temporais da jurisdição do distrito em que o cometem” (Elementos de Direito Processual Penal. Rio de Janeiro: Forense, 1965. V1, p.237)

Não obstante temos o entendimento sumulado do Colendo Supremo Tribunal Federal em súmula nº 521: 

“O foro competente para o processo e julgamento dos crimes de estelionato, sob a modalidade de emissão dolosa de cheque sem provisão de fundos, é o do local onde se deu a recusa do pagamento pelo sacado.”

Podemos concluir pela inteligência do art. 70, do CPP c/c com o entendimento sumular, tratando-se de delito de natureza patrimonial, o crime de estelionato por meio de emissão de cheque sem fundos consuma-se no momento e no local em que o banco sacado recusa o seu pagamento.

Assim sendo fica claro que o juiz competente territorialmente para julgamento do delito em tela trata-se do juiz da cidade de --------- Estado de ----------- onde observamos a consumação do suposto crime.

III) REQUERIMENTO

Ante o exposto, requer o arguente, após ouvido o

Ilustre Representante do Ministério Público, V.Exa., decline a competência, enviando os autos ao juízo da Comarca de -------- Estado de______, o qual é competente para solucionar o conflito intersubjetivo descrito na denúncia ministerial. Assim sendo, estar-se-á, mais uma vez, ressaltando a justiça, marca inerente a esse juízo.

Nestes termos,

Pede e aguarda deferimento.

(local e data)

____________

Advogado

OAB/_______nº______

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Diemes Vieira Santos) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados