JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Kit com 30 mil modelos de petições
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

AS CONSEQUÊNCIAS DA ALIENAÇÃO PARENTAL


Autoria:

Carla Adriana Mendonça Prado


Estudante de Direito (5º ano) na faculdade Dr. Francisco Maeda - FAFRAM, Ituverava/SP.

envie um e-mail para este autor

Outros artigos do mesmo autor

DESAPOSENTAÇÃO
Direito Previdenciário

Resumo:

Inúmeras são as consequências em que os envolvidos na prática de alienação parental poderão desencadear, nas crianças e adolescentes, as principais vítimas da prática poderão sofrer com problemas de relacionamentos interpessoais e pessoais, etc.

Texto enviado ao JurisWay em 21/11/2016.

Última edição/atualização em 23/11/2016.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

As consequências da Alienação Parental

Em 1985 o professor de psiquiatria infantil da Universidade de Columbia – EUA, Richard Alan Gardner introduziu o termo Alienação Parental, nos casos em que crianças nas quais os pais se encontravam em processo de divórcio, rejeitavam o outro genitor, sem que houvesse justificativas reais para tal ato, suas razões não eram baseadas em relatos reais e convincentes, sua visão destorcida frente ao outro genitor era fantasiosa, exagerada e muitas vezes delirante, está criança era então chamada de criança alienada, na qual era ‘programada’ por um genitor alienador a odiar o outro, chamado de genitor alienado, está é a chamada alienação parental.

Inúmeras são as consequências em que os envolvidos na prática de alienação parental poderão desencadear, nas crianças e adolescentes, as principais vítimas da prática poderão sofrer com problemas de relacionamentos interpessoais e pessoais, depressão, estres, nervoso excessivo, rebeldias, angústias, baixo rendimento escolar, transtornos de identidade e imagem.

No genitor alienado as consequências são além do afastamento de seu filho são os insultos no ambiente de trabalho, depressão, insegurança e agressividade, já no genitor alienador as consequências vem elencadas na lei 12.318/2010, a chamada Lei de Alienação Parental, que traz as punições nas quais os mesmos poderão sofrer diante a realização da prática.

Conclui-se, que as consequências da prática de alienação parental infelizmente poderão trazer aos envolvidos problemas não só no momento da realização da prática, mas também na vida adulta, principalmente nas crianças e adolescentes, assim, a lei de alienação parental poderá restabelecer o vínculo perdido e também punir a genitor alienador, autor da prática.

 

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Carla Adriana Mendonça Prado) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2022. JurisWay - Todos os direitos reservados