JurisWay - Sistema Educacional Online
 
É online e gratuito, não perca tempo!
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

DROGAS ILÍCITAS, ARMAS DE FOGO E CRIMINALIDADE INFANTO-JUVENIL


Autoria:

Carlos Eduardo Rios Do Amaral


MEMBRO DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

envie um e-mail para este autor

Resumo:

DROGAS ILÍCITAS, ARMAS DE FOGO E CRIMINALIDADE INFANTO-JUVENIL

Texto enviado ao JurisWay em 30/10/2013.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

DROGAS ILÍCITAS, ARMAS DE FOGO E CRIMINALIDADE INFANTO-JUVENIL

 

Por Carlos Eduardo Rios do Amaral

 

Não é novidade para ninguém que a sociedade civil e o Poder Público estão perdendo a guerra contra o narcotráfico e o consumo de drogas ilícitas. A droga e seus mercadores da morte, armados até os dentes, estão por toda parte. E a clientela não para de crescer, sempre renovada por novos desvairados.

 

Seduzidos pelo tráfico e o – aparente – ganho de dinheiro fácil e prestígio na comunidade local, crianças e adolescentes da periferia das grandes Cidades há muito tempo já trocaram pipas e bolas de futebol por papelotes de cocaína e pistolas de grosso calibre.

 

Se há alguns anos crianças e adolescentes eram vistos como aviões ou olheiros de bocas-de-fumo comandadas por adultos, hoje, a perda da infância, ocasionada pela completa ausência de uma estrutura familiar e de uma combalida política pública de enfrentamento ao tráfico de entorpecentes, tornou esses menores muitas vezes protagonistas desse funesto empreendimento.

 

É inaceitável em termos numéricos os muitos milhares de toneladas de drogas ilícitas e a vastidão de armas de fogo ilegais, muitas de uso restrito, que entram em território nacional, percorrendo longas distâncias em nossas rodovias federais e estaduais, de nossas fronteiras marítimas e terrestres até a esquina de nossas casas.

 

Não há outra alternativa, o futuro de nosso País são as crianças e adolescentes de nosso presente. Essas mesmas crianças que hoje abandonam seus estudos e seus lares para se dedicarem ao tráfico de drogas ilícitas, trocando tiros com a polícia e quadrilhas rivais, vivendo clandestinamente em suas comunidades. Para depois terem seus jovens corpos retirados de gavetões de departamentos médico-legais pela mãe ou serem sepultados como indigentes.

 

Deve toda a sociedade brasileira, sem isentar o Poder Público, aproveitando as recentes ondas das manifestações populares nas ruas, de muito ativismo e protestos, refletir a respeito das consequências da produção, consumo e venda de drogas ilícitas e contrabando de armas de fogo sobre a formação de nossas crianças e adolescentes. Certamente, esse é um problema de todos, que aflige o Brasil, devendo constituir nossa pauta prioritária de preservação dos direitos humanos.

 

_________________        

 

Carlos Eduardo Rios do Amaral é Defensor Público do Estado do Espírito Santo, Titular da Defensoria da Infância e da Juventude na Comarca de Vila Velha

 

 

  

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Carlos Eduardo Rios Do Amaral) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2022. JurisWay - Todos os direitos reservados