JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Kit com 30 mil modelos de petições
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

DROGAS ILÍCITAS, ARMAS DE FOGO E CRIMINALIDADE INFANTO-JUVENIL


Autoria:

Carlos Eduardo Rios Do Amaral


MEMBRO DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

envie um e-mail para este autor

Resumo:

DROGAS ILÍCITAS, ARMAS DE FOGO E CRIMINALIDADE INFANTO-JUVENIL

Texto enviado ao JurisWay em 30/10/2013.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

DROGAS ILÍCITAS, ARMAS DE FOGO E CRIMINALIDADE INFANTO-JUVENIL

 

Por Carlos Eduardo Rios do Amaral

 

Não é novidade para ninguém que a sociedade civil e o Poder Público estão perdendo a guerra contra o narcotráfico e o consumo de drogas ilícitas. A droga e seus mercadores da morte, armados até os dentes, estão por toda parte. E a clientela não para de crescer, sempre renovada por novos desvairados.

 

Seduzidos pelo tráfico e o – aparente – ganho de dinheiro fácil e prestígio na comunidade local, crianças e adolescentes da periferia das grandes Cidades há muito tempo já trocaram pipas e bolas de futebol por papelotes de cocaína e pistolas de grosso calibre.

 

Se há alguns anos crianças e adolescentes eram vistos como aviões ou olheiros de bocas-de-fumo comandadas por adultos, hoje, a perda da infância, ocasionada pela completa ausência de uma estrutura familiar e de uma combalida política pública de enfrentamento ao tráfico de entorpecentes, tornou esses menores muitas vezes protagonistas desse funesto empreendimento.

 

É inaceitável em termos numéricos os muitos milhares de toneladas de drogas ilícitas e a vastidão de armas de fogo ilegais, muitas de uso restrito, que entram em território nacional, percorrendo longas distâncias em nossas rodovias federais e estaduais, de nossas fronteiras marítimas e terrestres até a esquina de nossas casas.

 

Não há outra alternativa, o futuro de nosso País são as crianças e adolescentes de nosso presente. Essas mesmas crianças que hoje abandonam seus estudos e seus lares para se dedicarem ao tráfico de drogas ilícitas, trocando tiros com a polícia e quadrilhas rivais, vivendo clandestinamente em suas comunidades. Para depois terem seus jovens corpos retirados de gavetões de departamentos médico-legais pela mãe ou serem sepultados como indigentes.

 

Deve toda a sociedade brasileira, sem isentar o Poder Público, aproveitando as recentes ondas das manifestações populares nas ruas, de muito ativismo e protestos, refletir a respeito das consequências da produção, consumo e venda de drogas ilícitas e contrabando de armas de fogo sobre a formação de nossas crianças e adolescentes. Certamente, esse é um problema de todos, que aflige o Brasil, devendo constituir nossa pauta prioritária de preservação dos direitos humanos.

 

_________________        

 

Carlos Eduardo Rios do Amaral é Defensor Público do Estado do Espírito Santo, Titular da Defensoria da Infância e da Juventude na Comarca de Vila Velha

 

 

  

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Carlos Eduardo Rios Do Amaral) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2021. JurisWay - Todos os direitos reservados