JurisWay - Sistema Educacional Online
 
É online e gratuito, não perca tempo!
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

ELEMENTOS DE CONEXÃO DO DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO


Autoria:

Willon França Gomes Da Silva


Bacharelando em Direito pela Faculdade Fabran Brasil Norte, 10° semestre. aprovado no XXlll exame de Ordem.

envie um e-mail para este autor

Outros artigos da mesma área

Atividade probatória no juízo arbitral: sobre a importância da Teoria da distribuição dinâmica do ônus da prova para o atingimento da real verdade

GUERRA DO IRAQUE: ANÁLISE DE SUA LEGALIDADE FRENTE AO DIREITO INTERNACIONAL CONTEMPORÂNEO

A INSERÇÃO DOS ATOS INTERNACIONAIS NO ÂMBITO DO DIREITO POSITIVO INTERNO BRASILEIRO: Necessidade premente de revisão constitucional como salvaguarda da integração comunitária

Procedimento do parágrafo 3° e 4° artigo 5°, e a concordata Brasil Vaticano 2008.

A evolução histórica do direito internacional

TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL E O DIREITO BRASILEIRO

DIREITO AERONÁUTICO

A INTERPOL como eficiente sistema de repressão à criminalidade transnacional

A INTERNACIONALIZAÇÃO DA DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS

DIREITO INTERNACIONAL DOS CONFLITOS ARMADOS NO CONTEXTO DA GUERRA CIVIL NA COSTA DO MARFIM

Mais artigos da área...

Resumo:

Elementos de conexão são o apoio ao direito internacional privado para determinar o cumprimento de normas ao caso real. Objetivando para indicar qual legislação será aplicada para solucionar conflitos, onde há conexão de mais de um sistema legal.

Texto enviado ao JurisWay em 19/10/2017.

Última edição/atualização em 20/10/2017.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

ELEMENTOS DE CONEXÃO DO DIREITO INTERNACIONAL PRIVADO

 

Elementos de conexão são o apoio ao direito internacional privado para determinar o cumprimento de normas ao caso real. Objetivando para indicar qual legislação será aplicada para solucionar conflitos, onde há conexão de mais de um sistema legal.

Existem elementos específicos para determinar qual norma será aplicada no caso concreto, no direito privado, todavia a presente pesquisa limita-se há a explorar os principais elementos de conexão.

Ø  Local da Prática do Ato (lex loci actus): É o lugar onde e ocorre o fato ilícito, irá determinar o local da relação jurídica.  Com isso a lei aplicada será daquele local, onde aconteceu o ato ilícito.

 

Ø  Lei do Domicílio (lex domicilii): Aplica-se a lei do lugar onde as partes estão domiciliadas. Se as partes possuem domicilio em lugar diferentes, irá prevalecer o domicilio do réu. Em muitos territórios é entendido como domicilio, o lugar onde a pessoa possui sua maior ocupação de vida.

 

Ø  Local da Execução do Contrato (lex loci executionis): Institui como parte da sede de uma relação jurídica. A lei de Execução do Contrato estabelece que a norma a ser utilizada seja a do território onde o contrato será pactuado para reger sua interpretação e seus efeitos.

 

Ø  Lei do Lugar do Foro (lex fori): É adotado nos casos em que há incompatibilidade espacial de normas judiciais entre as partes, ou seja, a lei local estabelecerá as condições da ação.

 

 

Ø  Lugar da Coisa (lex rei sitae): Em conflitos de posses de bens, será aplicada o regulamento do país em que encontra-se situados os bens imóveis. 

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Willon França Gomes Da Silva) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados