JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Novo CPC com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

" INTERDISCIPLINARIDADE E PENSAMENTO COMPLEXO: DOIS CAMINHOS EM BUSCA DA TOTALIDADE PERDIDA "


Autoria:

Luiz Celso Galino Cassi


Bacharel em Direito. Professor de Matemática.

envie um e-mail para este autor

Resumo:

Esta resenha realça o artigo científico, " INTERDISCIPLINARIDADE E PENSAMENTO COMPLEXO: DOIS CAMINHOS EM BUSCA DA TOTALIDADE PERDIDA " de Getulio Silva Lemos que compara a "Interdisciplinaridade e patologia do saber" de Hilton Ferreira Japiassu.

Texto enviado ao JurisWay em 06/08/2016.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

Luiz Celso Galino Cassi.

Introdução:

Esta resenha realça o artigo científico, “ INTERDISCIPLINARIDADE E PENSAMENTO COMPLEXO: DOIS CAMINHOS EM BUSCA DA TOTALIDADE PERDIDA “ de Getulio Silva Lemos que compara a “Interdisciplinaridade e patologia do saber” de Hilton Ferreira Japiassu1 (1976) com “Os sete saberes necessários à educação do futuro” , de Edgar Morin (2005)2 tornam - se relevantes no momento histórico brasileiro que vivenciamos a Lei 9.394/963 que contém as Diretrizes e Bases que ordenam a educação nacional.

O artigo vislumbra as características e diferenças de cada autor. No entanto, as duas correntes antagônicas comparadas enfatizam-se como desafios pertinentes ao conhecimento a serem descortinados para o futuro da humanidade e, não, apenas como especialização em suas áreas de estudos ou conseqüência diante de determinada realidade, ampliação das desigualdades sociais e do próprio conhecimento.

O entendimento da realidade posta em cada autor implica que a cada dia mostra-se o conhecimento mais fragmentado e disperso com isso, objeto e sujeito estão desconexos entre o compartilhamento das especializações do conhecimento e o universo humano. A relação de progresso a qualquer preço e crescimento incontrolável levam à população ao fracasso da convivência e insanidade.

1 JAPIASSU, Hilton Ferreira. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976. 2 MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2005. 3 LEI Nº 9.394, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1996 - Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

A interdisciplinaridade e o pensamento complexo apresentam o mesmo objetivo final em resgatar a percepção da totalidade perdida quanto ao conhecimento apesar de partirem com pressupostos adversos.

Desenvolvimento: Lemos 4 em Japiassu (1976)5 vislumbra, a corrente da interdisciplinaridade ao que este ( Japiassu) denomina de: “ Patologia do Saber “ em favor de uma interpretação da humanidade quanto a sua presença no mundo, a dúvida aparece: “..Por que cresce tanto a utilização da palavra interdisciplinaridade sem que haja um aprofundamento epistemológico nesta temática?” Ao Interdisciplinar cabe o “case “ dos: médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem que trabalham em conjunto e buscam o mesmo objetivo em Unidade de Terapia Intensiva de um hospital. Para Japiassu (1976) o termo interdisciplinar nos dias atuais, considera-o mais como um modismo do que indicação de um processo dominante em pesquisas entre a teoria e a prática.

Pertinente a disciplina, a interdisciplinaridade é recurso válido para a superação da divisão cartesiana do mundo pela Industrialização e Capitalismo. Sobre esse fenômeno, afirma que hoje o saber encontra - se em diagnóstico patológico, justamente pelas superespecializações das disciplinas científicas com base nos conceitos formulados em 1970, na Cidade de Nice, França, foi realizado o Seminário Sobre a Interdisciplinaridade nas Universidades, organizado pelo CERI (Centre pour la Recerche et „Inovation dans l‟Enseignement).

Define bem Japiassu( 1976) até os dias atuais sobre a interdisciplinaridade.

4 LEMOS, Getulio Silva – Artigo Científico sobre: INTERDISCIPLINARIDADE E PENSAMENTO COMPLEXO: DOIS CAMINHOS EM BUSCA DA TOTALIDADE PERDIDA

5 JAPIASSU, Hilton Ferreira. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

A outra corrente analisada é a de Morin(2005), não é, nem perto, defensor da interdisciplinaridade; pensamento aberto e complexo busca a articulação entre o uno e o múltiplo, a diversidade e a unidade dentro de um contexto abrangente e global. Filosoficamente, conduz que através do pensamento complexo acontecem afirmativas mais avançadas como a apresentação de sete aspectos que a cultura e a cientificidade dominante atual deixam a desejar e constitue uma dívida social, uma tomada de consciência social que leva à cidadania quanto a formação do ser humano, que Morin (2005) chama de “buracos negros“ necessários ao ensino.

O pensamento complexo apresenta – se como a melhor opção para superar a crise da superespecialização. São os seguintes, os buracos negros: 1º ) As cegueiras do conhecimento: o erro e a ilusão. 2º ) Os princípios do conhecimento pertinente. 3º ) Ensinar a condição humana. 4º ) Ensinar a identidade terrena. 5º ) Enfrentar as incertezas. 6º ) Ensinar a compreensão. 7º ) A ética do gênero humano.

O trabalho de Morin, com excelente qualidade, apresenta uma ideia abrangente face a uma globalidade contextualizada, concepção superadora da visão interdisciplinar. Concepção que parece ser mais convincente por nunca se afastar do conceito de unidade, dele parte e nele se encerra procurando explicar: “De onde viemos? Onde estamos? Para onde vamos?” Contribuições que apresentam como valor educativo mais próximos dos jovens, futuros cidadãos a superação dos buracos negros a serem superados no século XXI.

 

Conclusão: A unidade do ser humano deve ser respeitada bem como a totalidade planetária que é una e indivisível, os autores concluem da necessidade dessa superação e restauração das significações humanas quanto aos conhecimentos entre a teoria e a praxis. Na corrente interdisciplinar, a especialização na ciência parte do todo para aprofundar um conteúdo científico específico até o seu limite máximo de especialização e a interdisciplinaridade exerce o processo inverso de concatenar o conhecimento. Na corrente do pensamento complexo, partindo da concepção de igualdade das características entre o todo e as partes prenunciam medidas práticas que devem ser tomadas para superar os “ buracos negros “ deixados pela visão cartesiana que atualmente se impõe, por isso, é preciso despertar a cidadania terrestre. Aliás, Morin(2005) tratou o pensamento complexo a pedido da UNESCO para ser referência à educação. Referência bibliográfica: MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2005. JAPIASSU, Hilton Ferreira. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976. LEI Nº 9.394, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1996 - Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. LEMOS,Getulio Silva – Artigo Científico sobre: INTERDISCIPLINARIDADE E PENSAMENTO COMPLEXO: DOIS CAMINHOS EM BUSCA DA TOTALIDADE PERDIDA.

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Luiz Celso Galino Cassi) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados