JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Produção de Textos com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

O Desafio da Observação, perspectivas para a Educação.


Autoria:

Marcos Vinicius Oliveira


Bacharelando em Direito pelo Instituto Processus - DF.

envie um e-mail para este autor

Outros artigos do mesmo autor

O Amigo do Tempo
Outros

The Case of the Speluncean Explorers
Introdução ao Estudo do Direito

Podemos hoje afirmar que há um Estado Palestino?
Direito Internacional Público

Resumo:

O primeiro grande passo para a construção de uma boa educação está na observação e capacidade de propor mudanças significativas, que promovam a cidadania ativa, participativa.

Texto enviado ao JurisWay em 24/06/2015.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

                     O século XXI é marcado por uma correria intensa no decorrer dos dias. As exigências da vida levam os seres humanos a um ritmo absurdo de tarefas que promovem a exaustão. Neste sentido, é legítima a presunção da redução de acuidade, aqui no sentido de percepção bem apurada, quanto a fatos relevantes da vida, a atenção se reduz a níveis preocupantes, todos esses fatores externos geram alguma consequência no desenvolvimento das áreas da vida. Esse contexto levanta a questão da importância de uma atenção sensível quanto aos desafios da vida, sobretudo quanto aos avanços necessários ao pleno desenvolvimento da sociedade.

 

                     Os diversos setores da coletividade carecem de uma observação mais séria, que produza resultados significativos. Os avanços no Poder Judiciário remetem a isso, profundas observações da realidade e proposições em nível equilibrado quanto a resolução dos desafios que se apresentam. A educação nacional demanda séria análise, as condições atuais desafiam uma observação, os pontos de vista, as experiências tanto coletivas quanto individuais constroem um diagnóstico, necessariamente elevando a importância do olhar sensível, estabelecendo um ideal de desenvolvimento daquilo que na percepção de muitos é a solução para as mais diversas mazelas sociais hodiernas.

   

                     Quando a educação é posta na mesa de discussões, alguns pontos merecem reflexão. Quando observada pelo ângulo de gestão, a deficiência na quantidade e algumas vezes na qualidade dos materiais é clara, escolas em todo o país reivindicam, no transcurso do ano letivo, aquele material essencial ao início dos estudos, “os alunos correm a meia maratona descalços”. Numa observação ainda mais crítica, como resolver certas desigualdades quando alguns nesta jornada estão em desequilíbrio com o todo? Sacrificam sobremaneira seus cavalos no hipismo da realidade. Na mesma linha, observada a grade curricular, é interessante pensar na atualização, a inserção de conteúdos que se relacionam diretamente com o desenvolvimento da sociedade nos dias atuais. O desenvolvimento de projetos extracurriculares, interdisciplinares, de cunho social, revelam a impressão dos estudantes quanto ao futuro, em consequência, constroem uma cidadania participativa, ativa.

 

                      A luz da segurança, a observação tem sido um pouco acirrada. O número de professores licenciados por questões de saúde, na maioria das vezes emocional é grande. A intimidação e o bullying são as formas de violência mais comuns, interessante pensar, ambos se resolvem com uma boa educação. O contraditório está aí, a educação é refém num sequestro moral, na contrapartida, há exemplos que devem ser levados em consideração, como por exemplo, o desenvolvimento de um projeto de mediação de conflitos dentro da própria escola, onde alunos e professores participariam do diálogo resolutivo e construiriam esse novo ambiente escolar desejado. 

 

                     São inúmeros os pontos a serem observados, mas, há essa necessidade, olhar criticamente e propor resoluções a partir destas observações. Colocar os pontos controvertidos na mesa de debate, agregar os olhares que sob ângulos diferentes imprimem a mesma preocupação, o futuro da educação depende das discussões no presente. Essa breve reflexão remete a importância de observar, parar um pouco a correria da vida e pensar a realidade e em como modificá-la. Eis o desafio, o ponto de partida está dado, a observação e a apresentação de propostas que revelam consideração por um novo tempo na educação.

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Marcos Vinicius Oliveira) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados