JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Servidor Público na Lei 8.112 com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
 
Avaliação
do curso:
1796 internautas
Compartilhe este curso com seus amigos:

Facebook:


Twitter:


Google+ (Plus):


Alguns Comentários
10
16/06/2016
08:56:20
matéria que eu em particular mais gosto nota 10

10
04/11/2013
16:29:10
ótimo curso

10
11/05/2014
08:46:51
Material excelente

7
28/08/2010
09:40:20
"Data Venia", Acredito que o colega esteja se equivocando no tocante ao conceito de crime, senão vejamos: o que vem a ser crime senão a adequação da conduta do agente com todos os elementos do tipo penal. Logo, comete crime quem age ou se omite de forma coincidente com algum tipo penal. É na análise dos elementos do tipo que o colega se equivoca, porquanto dissocia a culpabilidade da tipicidade, quando esta contem aquela em seu bojo. Desta feita, toda conduta típica penal, é considera ilícita, ou ilícito. Creio ser essa tendencio dos tribunais em reconhecerem, diante do estado de necessidade, a materialização do furto de uso, o fato de serem, mediante prova cabal, demonstração inequívoca da intenção do agente em não ter subtraído a coisa para si ou para outrem. Isso provavelmente se deva pela dificuldade de prova de boas intenções quando se é flagrado na posse de bem subtraído de terceiro sem a sua concordância ou ciência. Também porque a conduta típica é sem pre ilícita e o estado de necessidade não subtrai a ilicitude da conduta, pelo contrário, o que a lei faz é sopesar do valor do bem tutelado e reconhecer que exitem situações em que um bem se sobrepõe a outro, e por conta disso não pune aquela conduta típica. A excludente é de antijuridicidade e não de ilicitude. Finalmente, não vislumbrei as diferenças apontadas nas jurisprudências colacionadas, a contrário censo, todas se coadunam. Talvez seja por isso que o ditado popular assevera que "de boas intenções o inferno está cheio".

10
08/06/2016
12:17:40
Muito esclarecedor, obrigado!

10
30/08/2013
04:17:51
Muito boa a iniciativa, parabéns pro Juriswey.


10
11/01/2012
16:28:34
muito bom...

10
19/05/2009
06:14:05
Muito bom para quem segui uma carreira profissionalizante

 Cursos Gratuitos Online JurisWay
Você está acessando o JurisWay como visitante.

Se quiser, identifique-se acima com email e senha
para salvar este curso em seu histórico.

Considerações acerca do furto de uso, em especial no que se refere à sua amplitude e aceitação como tese defensiva pelos Tribunais.



Veja também
outros cursos de
Direito Penal

» Princípios de Direito Penal
» O Crime de Frustração ao Direito Trabalhista
» Violação de Direitos Autorais - Implicações Penais
» Entenda a Ação Penal
» Aprenda a Teoria da Imputação Objetiva em um Caso Concreto
» Estudos Sobre o Crime Continuado
» Relação de Causalidade - Teoria Clássica
» Princípio da Proibição das Provas Obtidas por Meios Ilícitos
» A Criminalidade na História
» O Direito Penal na História
» Entenda a Lei Penal
» Tipos de Prescrição no Direito Penal
» O Crime de Emprego de Substância Não Permitida na Fabricação de Produtos
» O Crime de Invólucro ou Recipiente com Falsa Indicação
» O Crime de Venda de Produto Irregularmente Fabricado ou Contendo Informações Falsas
» Conflito Aparente de Normas Penais
» Tentativa e Consumação do Crime de Latrocínio
» Entenda o Crime Impossível
» Segurança Pública: Atribuições da Polícia Federal
» Sonegação de Imposto de Renda: uso de recibos falsos
» Pena de Morte - Princípio da Humanidade e Formas de Execução
» O Crime de Desacato
» Descriminantes Putativas
» As Qualificadoras no Crime de Homicídio
» A Imputação Objetiva na Participação
» Os elementos da legítima defesa
» Tipicidade e Moralidade do Aborto

Veja também:

» Cursos Jurídicos

» Cursos de Português

» Cursos de Desenvolvimento Pessoal

Copyright (c) 2006-2014. JurisWay - Todos os direitos reservados