JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Será o fim do JurisWay?
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

Modelo petição de extinção da punibilidade.


Autoria:

Diemes Vieira Santos


Diemes Vieira é Advogado. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais em 2015. Especializado em Direito Penal e Processo Penal pela PUC - MG Possui incondicional amor ao desafio e vê o estudo como uma forma de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Apaixonado pelo conhecimento jurídico, psicológico e científico. Experiente em Direito Criminal.

envie um e-mail para este autor

Texto enviado ao JurisWay em 22/08/2018.

Última edição/atualização em 26/08/2018.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ..........ª VARA CRIMINAL DA COMARCA DE ..........., ESTADO DE......

 

Processo n, ..........

 

 

D.V.S, já qualificado nos autos supracitados, vem mui respeitosamente, perante V.Exa., por intermédio do seu advogado infrafirmado, com fulcro no art. 107, inciso III, do Código Penal Brasileiro, requerer a EXTINÇÃO DE SUA PUNIBILIDADE, conforme as razões de fato e de direito abaixo elencadas:

 

a)   DOS FATOS

Conforme consta em denúncia acostada nas fls ....... dos autos, o réu é acusado pela pratica do fato típico delineado no art. 217 do Código Penal, in verbis “seduzir mulher virgem, menor de 18 (dezoito) anos e maior de 14 (catorze), e ter com ela conjunção carnal, aproveitando-se de sua inexperiência ou justificável confiança”.

 

b)  DO DIREITO

 

Datada de 28 de março de 2005, a lei nº 11.106, produziu alterações no Código Penal. A norma penal que previa o crime de sedução restou revogada.

 

Nesta hipótese observamos aquilo que a doutrina intitula abolitio criminis, cujo os efeitos retroagem para alcançar fato tipificado como crime mas que deixam de ser pois perdem o elemento tipicidade com sua revogação.

 

A doutrina de Guilherme de Souza Nucci, “trata-se do fenômeno que ocorre quando uma lei posterior deixa de considerar crime determinado fato. Quando acontece a hipótese da abolirio criminis, segundo o disposto no art. 107, inciso III, do Código Penal, extingue-se a punibilidade do agente. Em qualquer fase do processo ou mesmo da execução da pena, deve ser imediatamente aplicada a retroatividade da norma que retira a tipicidade de qualquer fato”. (código Penal comentado, 5ª ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005. P.59)

 

Também é entendimento do Supremo Tribunal Federal no sentido de, “lei nova benéfica pode ser aplicada tanto imediatamente, por ser desdobramento dos direitos e garantias fundamentais (art. 5º, §1º CF), como retroativamente, a ponto de alcançar fatos anteriores, desde que se mostre favorável ao agente (CF, art.5º, LV)” (JSTF 227/381)



c)    REQUERIMENTO

 

Diante do exposto, requer seja declarada extinta a sua punibilidade, com o consequente arquivamento da sua ação penal.

 

N.Termos

P.Deferimento

 

(local e data)

 

Advogado

OAB/...... -nº...............

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Diemes Vieira Santos) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados