JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Kit com 30 mil modelos de petições
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

Até as crianças sabem #Avidacomoelaé


Autoria:

Gustavo Rocha


Advogado Pós-Graduado Gerente jurídico por 4 anos Membro da comissão especial de Processo Eletrônico da OAB/RS Membro da comissão especial de Fiscalização e Ética Profissional da OAB/RS Membro da comissão permanente de Acesso a Justiça do Conselho Federal da OAB Implanta gestão e softwares jurídicos desde 1997 Sócio da Consultoria GustavoRochacom, inscrita no CRA/RS 003799/O Presta exclusivamente consultoria nas áreas de gestão, tecnologia, marketing jurídico e processo eletrônico. 10 anos de consultoria direcionada em escritórios e departamentos jurídicos no Brasil e Portugal Mais de 2000 artigos publicados no portal www.gustavorocha.com Canal no Youtube (gustavorochacom) com aulas, palestras e dicas práticas Palestrante e professor convidado de universidades e cursos de Pós-Graduação pelo país nas áreas de gestão, tecnologia, marketing jurídico e processo eletrônico Contato direto: gustavo@gustavorocha.com

envie um e-mail para este autor

Resumo:

Até as crianças sabem #Avidacomoelaé

Texto enviado ao JurisWay em 13/11/2019.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

Dizem que a sabedoria das crianças é pequena, pois lhe faltam a experiência de vida, conhecimento e maturidade que somente o caminhar pelos anos pode trazer (e para muitos nem sempre é adquirida).

No mundo corporativo, muito se fala em competência, conhecimento, experiência entre tantos outros elementos que formam o profissional que o mercado quer, mas pouco se fala da realidade nua e crua que o mesmo mercado trata quando o assunto é sobre o universo feminino: A igualdade.

Poderia analisar sobre diversos prismas, mas hoje quero trazer a vida como ela é no sentido salarial: mulheres ganham em média 30% menos do que os homens desempenhando as mesmas funções.

Assista o video abaixo:

Se não abrir, acesse aqui: https://youtu.be/3xKyWKjeMdQ

 

Duro é perceber que até crianças – que supostamente são desprovidas de experiência, maturidade e vivência – SABEM QUE ESTA DESIGUALDADE ESTÁ ERRADA.

Não faço apologias a tarefas diferentes, conhecimentos diferentes, experiência de vida diferentes. Trago um pensar que deve estar na nossa mente na hora de contratar: Não pode ser porque se é do sexo feminino que irei pagar menos.

A grande maioria das mulheres tem predicados que homens não tem.

E sem quedas de braço para ideologias, mas de maneira objetiva e clara: A capacidade feminina é plena, completa e repleta. Segregar isto, seja por salário, seja por discriminação (saída para licença maternidade, saída para acompanhar filhos no médico, tem família, entre outros), considero além de abominável uma falta de visão estratégica.

Aproveite o material humano – independente de gênero – da melhor forma possível, estimulando o desenvolvimento, criando planos de carreira objetivos e claros para que quem quiser alcançar voos na empresa possam fazê-lo.

O maior beneficiado com a clareza e oportunidade é o negócio, pois o bom profissional ao ver que está estagnado, sai em busca de outras oportunidades.

#FraternoAbraço

Gustavo Rocha
Consultoria GustavoRocha.com | Gestão, Tecnologia e Marketing Estratégicos
Robôs | Inteligência Artificial | Jurimetria
(51) 98163.3333 | gustavo@gustavorocha.com | www.gustavorocha.com

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Gustavo Rocha) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2021. JurisWay - Todos os direitos reservados