JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Ortografia Oficial 2016 com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

Comunicação interna: O mal da humanidade #DepartamentoasQuintas


Autoria:

Gustavo Rocha


Advogado Pós-Graduado Gerente jurídico por 4 anos Membro da comissão especial de Processo Eletrônico da OAB/RS Membro da comissão especial de Fiscalização e Ética Profissional da OAB/RS Membro da comissão permanente de Acesso a Justiça do Conselho Federal da OAB Implanta gestão e softwares jurídicos desde 1997 Sócio da Consultoria GustavoRochacom, inscrita no CRA/RS 003799/O Presta exclusivamente consultoria nas áreas de gestão, tecnologia, marketing jurídico e processo eletrônico. 10 anos de consultoria direcionada em escritórios e departamentos jurídicos no Brasil e Portugal Mais de 2000 artigos publicados no portal www.gustavorocha.com Canal no Youtube (gustavorochacom) com aulas, palestras e dicas práticas Palestrante e professor convidado de universidades e cursos de Pós-Graduação pelo país nas áreas de gestão, tecnologia, marketing jurídico e processo eletrônico Contato direto: gustavo@gustavorocha.com

envie um e-mail para este autor

Resumo:

Comunicação interna: O mal da humanidade #DepartamentoasQuintas

Texto enviado ao JurisWay em 22/02/2018.

Última edição/atualização em 26/02/2018.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

Quiçá um dos maiores problemas empresariais e de qualquer negócio: A chamada comunicação interna.

Talvez pelos interesses que gera, muitas informações que vem de funcionários para gestores não chegam nos sócios, bem como o inverso é verdadeiro.

Se falamos de algo estratégico, compreensível o sigilo ou até mesmo a necessidade de não se divulgar amplamente, todavia, muitas sugestões, ideias, possibilidades de solução do negócio podem estar nos colaboradores e estes, ao serem ignorados ou quando ouvidos não terem vazão a sua voz, podem estar prejudicando os negócios.

Elon Musk, dono da Tesla e mais outras grandes empresas, criou um método revolucionário:

Presidente da Tesla, Solar City e SpaceX, o bilionário Elon Musk tem muito com o que se preocupar. Para que todas as suas empresas caminhem bem e tenham sucesso, é preciso tomar decisões rápidas e acertadas.

No início do ano, Musk atendeu um usuário pelo Twitter e resolveu seu problemaem apenas uma semana. Já a SpaceX, empresa de lançamentos de foguetes e satélites, irá dobrar o número de lançamentos esse ano, batendo seu recorde.

Para chegar a essa velocidade, as empresas que ele comanda têm uma missão importante: melhorar a comunicação interna.

Em um email enviado aos seus funcionários na Tesla, o presidente afirma que a comunicação precisa ser direta, sem passar por nenhum gerente ou superior.

Segundo ele, se um funcionário precisa de algo de outro colaborador, deve falar diretamente com ele. Se as informações precisam subir pela cadeira de comando e passar pelos gerentes, que enviam para seus superiores para só então chegar na pessoa certa, todos os processos são atrasados.

“Qualquer um na Tesla pode e deve mandar um email ou falar com qualquer um, de acordo com o que considerar ser a maneira mais rápida de resolver um problema para benefício de toda a companhia”, escreveu ele aos seus funcionários.

“Você pode falar com o gerente do seu chefe sem a permissão dele, pode falar diretamente com o vice-presidente de outra área, você pode falar comigo, você pode falar com qualquer pessoa sem ael autorização de ninguém. Mais do que isso, você deve se considerar obrigado a fazer isso até que a coisa certa aconteça”, diz ele.

O motivo para essa política de comunicação é muito simples: “nós obviamente não podemos competir com as grandes montadoras em tamanho, então devemos fazer isso com inteligência e agilidade”, fala Musk.

Para ele, os gerentes, líderes e diretores devem assegurar que seus subordinados trabalhem pelo bem de toda a empresa, ao invés de ficarem restritos aos seus departamentos.

Fonte: https://exame.abril.com.br/negocios/elon-musk-quer-eliminar-esse-problema-com-gerentes/

Seria a sua empresa capaz de implementar algo assim?

Estaria preparada?

Quero dizer, para um diretor ouvir de um subalterno comum que o seu negócio precisa ser realinhado? E o famoso EGO, aonde fica?

Penso que a ideia é excelente, pois quanto mais ouvimos pessoas diferentes e aprendemos com elas o que elas tem de bom, evoluímos. Entretanto, grande parte das pessoas que chegam a cargos de gestão não estão preparadas para ouvir, querem apenas falar. Querem apenas dar ordens e obedeça quem tem juízo.

Humildade, visão do negócio e não apenas de si fazem bem a todos.

Pode ser um bom começo para entendermos quem está a favor da empresa e quem não está.

#PraPensar

____________________________________________________
Sou Gustavo Rocha
CEO da Consultoria GustavoRocha.com – Gestão, Tecnologia e Marketing Estratégicos
(51) 98163.3333  |  gustavo@gustavorocha.com  | http://www.gustavorocha.com

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Gustavo Rocha) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2018. JurisWay - Todos os direitos reservados