JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Kit com 30 mil modelos de petições
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

Brasil, um país refém do medo e da violência


Autoria:

Carlos Eduardo Rios Do Amaral


MEMBRO DA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

envie um e-mail para este autor

Resumo:

Brasil, um país refém do medo e da violência

Texto enviado ao JurisWay em 02/03/2017.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

Brasil, um país refém do medo e da violência

 

Por Carlos Eduardo Rios do Amaral

 

Toda e qualquer pessoa já se deu conta de que viver no Brasil é um ato de heroísmo. Estar vivo neste país em última análise pode sim ser considerado um milagre. Até mesmo conseguir terminar esse pequeno texto pode ser considerado uma dádiva.

 

No Brasil, a violência, o medo e a insegurança estão por toda a parte. Nas periferias aos bairros mais requintados da elite ninguém está a salvo. Em todas essas comunidades não há moradores, existem sobreviventes.

 

Talvez o medo seja o elemento mais presente no modo de vida do brasileiro. O exercício de todos os atos da vida civil nesse país, do lazer ao trabalho, é condicionado e permeado pelo medo.

 

Até mesmos os programas de televisão também são embalados pelo medo. Coisas do tipo “hoje falaremos como não ser assaltado no semáforo”, “dicas para viajar e não ter a casa assaltada”, “dicas de como se deve entrar num veículo estacionado na rua”, “dicas para sair da faculdade e não ser estuprada”, entre outros temas intrinsicamente relacionados à insegurança e a violência dominam nossa grade de programação na tv aberta.

 

E nem de longe a coisa parece melhorar. Ao contrário, parece que o medo vai ser tornando um modo de vida definitivo e aceitável na vida do brasileiro, algo irremediável.

 

Diante da absoluta ineficiência do Poder Público em garantir a segurança da população, cada um se vira como pode. Há desde aqueles que não se atrevem a sair de casa por nada nesse mundo mergulhados em ansiolíticos, até aqueles que se armam até os dentes transformando suas casas em fortalezas medievais e seus veículos em batmóvel blindado. Tudo dependerá da capacidade financeira de arcar com os custos do medo que toma conta de cada um.

 

Mas a violência tem seu lado democrático, digo, macabro. Ela está aí perto de todos e contra todos, em todo lugar, é onipresente no território brasileiro. Ricaços e pobres, trabalhadores e preguiçosos, arrimos de família e andarilhos, todos os dias são ceifados pela tragédia da nossa violência cotidiana.

 

Enquanto isso, a corrupção generalizada na política brasileira contribui ainda mais para a ruína do país. Restando ao povo assistir enojado, envergonhado e desanimado o estado de guerra interna que devasta o Brasil.

 

__________________ 

 

Carlos Eduardo Rios do Amaral é Defensor Público no Estado do Espírito Santo

 

 

 

 

 

 

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Carlos Eduardo Rios Do Amaral) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2021. JurisWay - Todos os direitos reservados