JurisWay - Sistema Educacional Online
 
É online e gratuito, não perca tempo!
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

BRASIL, UM PAÍS EM DECADÊNCIA!


Autoria:

Fabio Aurelio Da Silva Martins


Formado em Pedagogia pela UVA, Especialização em Psicopedagogia pela UVA, Acadêmico de Direito na Faculdade Luciano Feijão.

envie um e-mail para este autor

Outros artigos do mesmo autor

STF, CF e o "PRINCÍPIO DA EXCEPCIONALIDADE"
Direito Constitucional

Resumo:

O Brasil e suas mudanças que o levam ao retrocesso social, cultural, político e jurídico.

Texto enviado ao JurisWay em 16/06/2016.

Última edição/atualização em 19/06/2016.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

BRASIL, UM PAÍS EM DECADÊNCIA!

            Os relatos que se seguem não precisam que sejam citadas fontes, pois é de conhecimento amplo por ter sido divulgado em todo o país nas mídias faladas, escritas e televisionadas.

                No futebol, éramos uma potência mundial, respeitados e temidos por todas as nações. Todos “tremiam na base” quando sabiam que teriam que enfrentar o Brasil numa competição ou até mesmo em um amistoso. Tínhamos grandes nomes: Pelé, o rei; Garrincha, o gênio; Sócrates, Rivelino, Tostão, Ronaldo Gaúcho e o Fenômeno e Zico, entre tantos outros. E hoje, quais os nomes de peso que existem em nosso futebol? Decepção de uma seleção desmoralizada, sete vezes; motivo de piada no futebol mundial. Em plena decadência!

                Na Educação, as escolas públicas eram exemplos de sucesso, em todas as esferas, Federal, Estadual ou Municipal. Os professores eram respeitados, grandes nomes advinham do ensino público: médicos, escritores, advogados, engenheiros, policiais e muitos outros de destaques em suas profissões. Atualmente, as escolas públicas estão sucateadas, com professores mal remunerados, agredidos muitas vezes por seus próprios alunos e desrespeitados por todos, principalmente pelo poder público. Uma verdadeira decadência!

                Na Política, não se ouviam comentários acerca de desvios financeiros. Compareciam às assembleias e o Brasil não crescia a galope, mas não decrescia tão abruptamente. Atualmente, uma verdadeira vergonha. Políticos citados em grande número, acusados de desvio de dinheiro público, em todas as esferas do poder, Federal, Estadual, Distrital e Municipal. As verbas que deveriam ser usadas na melhoria, em projetos e ações em favor da população estão indo para as contas dos políticos que se acostumaram ao enriquecimento fácil, ilícito, desviando milhões, bilhões e até trilhões dos cofres públicos. Total desrespeito com a confiança que nele o povo depositou ao elegê-los, uma total decadência!

                No Judiciário, os Magistrados eram exemplos a serem seguidos, comportavam-se sempre em respeito às normas jurídicas, sempre atentos para não cometerem equívocos. Hoje, uma total discrepância de comportamento, principalmente da Corte Suprema que vem agindo à margem do que está descrito na Constituição Federal do Brasil, agindo em nome de uma excepcionalidade ou de uma surrealidade, o que, para quem foi criado para se fazer obedecer a Constituição e respeitá-la em suas decisões, tem afrontado constantemente a Carta Magna da Nação brasileira sem que haja uma explicação, o que não existe em nenhum lugar. Não existe embasamento constitucional para que se afronte os preceitos constitucionais. Uma verdadeira decadência!   

                Todas essas mudanças citadas acima estão afetando diretamente a nação no âmbito social, cultural e se interligando diretamente com a violência que assola o país.  

                Até que ponto enfrentaremos a decadência no Brasil? Está na hora de frear as constantes mudanças que estão levando o Brasil ao retrocesso da Nação.

Uma verdadeira Decadência!

Fábio Aurélio da Silva Martins

Acadêmico de Direito

 

 Faculdade Luciano Feijão

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Fabio Aurelio Da Silva Martins) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2020. JurisWay - Todos os direitos reservados