JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Novo CPC com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

Lei da Palmada


Autoria:

Wagner Dezem


Estudante de Direito da Faculdade - FAFRAM - Ituverava - SP

envie um e-mail para este autor

Texto enviado ao JurisWay em 15/08/2014.

Última edição/atualização em 18/08/2014.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

Lei da Palmada

 

No último dia 26 de junho de 2014, passou a vigorar no Brasil a famosa “Lei da Palmada”, Lei n.º 13.010/14, que alterou parte do texto do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e ainda acrescentou e estabeleceu direitos da criança e do adolescente com relação aos castigos.

Essa recente lei, foi muito divulgada pela apresentadora Xuxa e, trata que a criança e o adolescente têm o direito de ser educado e cuidado, pelos integrantes de sua família, pelos responsáveis, pelos agentes públicos executores de medidas socioeducativas ou ainda por qualquer pessoa encarregada de cuidar deles, sem o uso de castigo físico ou de tratamento cruel ou degradante, como formas de correção, disciplina e educação.

A lei considera o castigo físico como ação de natureza disciplinar ou punitiva aplicada com uso da força física sobre a criança ou adolescente que resulte em: sofrimento físico; ou lesão. Ainda como tratamento cruel e degradante aquele que: humilhe; ou ameace gravemente; ou ridicularize a criança ou adolescente.

O assunto é polêmico, mas tem como objetivo principal o controle da violência, em especial a domiciliar, impedindo assim que pais ou responsáveis causem sofrimento aos filhos. Para os que praticarem os abusos a lei prevê: advertência, encaminhamento para tratamento psicológico e cursos de orientação, além de multa.

Em virtude da lei não trazer previsão de crimes, com aplicação de sanções penais, nota-se sua grande importância para a conscientização de pais e responsáveis, visando implantar um novo comportamento relacionado ao que chamamos de castigo, além de alertar que costumes não se mudam somente com a imposição de normas.

 

Wagner Dezem

Aluno de Direito - 5.º Ano

 

Faculdade de Direito - FAFRAM

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Wagner Dezem) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados