JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Servidor Público na Lei 8.112 com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

Soft skills para colaboradores


Autoria:

Gustavo Rocha


Advogado Pós-Graduado Gerente jurídico por 4 anos Membro da comissão especial de Processo Eletrônico da OAB/RS Membro da comissão especial de Fiscalização e Ética Profissional da OAB/RS Membro da comissão permanente de Acesso a Justiça do Conselho Federal da OAB Implanta gestão e softwares jurídicos desde 1997 Sócio da Consultoria GustavoRochacom, inscrita no CRA/RS 003799/O Presta exclusivamente consultoria nas áreas de gestão, tecnologia, marketing jurídico e processo eletrônico. 10 anos de consultoria direcionada em escritórios e departamentos jurídicos no Brasil e Portugal Mais de 2000 artigos publicados no portal www.gustavorocha.com Canal no Youtube (gustavorochacom) com aulas, palestras e dicas práticas Palestrante e professor convidado de universidades e cursos de Pós-Graduação pelo país nas áreas de gestão, tecnologia, marketing jurídico e processo eletrônico Contato direto: gustavo@gustavorocha.com

envie um e-mail para este autor

Resumo:

Soft skills para colaboradores

Texto enviado ao JurisWay em 06/02/2019.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

Atualmente, começamos a perceber a necessidade de desenvolver mais do que apenas aquilo que está no currículo, como experiência em outros locais e atividades acadêmicas: Precisamos valorizar o autodesenvolvimento e maturidade emocional também.

Divido um artigo publicado na CIO da IDG sobre 7 soft skills para colaboradores para análise:

 

7 dicas para desenvolver as soft skills da sua equipe

Como líder, você precisa ficar atento para reconhecer e desenvolver essas competências junto ao seu time. 

Ainda não sabe o que são soft skills? 

De acordo com a Robert Half, as soft skills estão intimamente relacionadas à personalidade dele, sendo referentes às características emocionais, mentais e sociais de cada indivíduo.

Assim, podemos dizer que são habilidades que nascem de acordo com a maturidade de cada pessoa, sua cultura, educação, crenças, entre outros fatores.

Essas habilidades também são referentes à maneira de se relacionar e interagir com um círculo social e afetam os relacionamentos no âmbito organizacional, interferindo também na produtividade do grupo.

As soft skills são características difíceis de avaliar. É preciso ter um olhar atento e a sensibilidade certa para poder identificá-las, já que elas não são adquiridas com a capacitação técnica.

Atualmente, as soft skills já são pré-requisitos nos processos seletivos de grandes empresas e, quanto mais desenvolvidas e modernas as organizações forem se tornando, mais as pessoas precisarão desenvolver essas habilidades subjetivas. A Robert Half separou algumas dicas para desenvolver as soft skills no time. 

Confira:

1 – Incentive a boa comunicação
A comunicação é a base para o sucesso de qualquer profissional. É por meio dela que defendemos projetos, propomos novas ideias e somos capazes de exercer uma liderança natural. Assim, aquele profissional que sabe se expressar de forma objetiva e clara terá vantagem competitiva.

Para desenvolver a boa comunicação na sua equipe, incentive que os profissionais se informem sobre assuntos relacionados ao negócio — isso dará uma boa base para argumentação. Além disso, incentive a troca de ideias entre os setores e esteja aberto para auxiliar o time no que for preciso.

Vale lembrar que nem todas as pessoas têm o dom da oratória – e nem é esse o objetivo. No entanto, é esperado pelo menos o mínimo de habilidade para se comunicar bem com os demais.

2 – Fomente o senso de colaboração na equipe
A colaboração e a comunicação são duas competências que precisam caminhar juntas. A colaboração nada mais é do que duas ou mais pessoas atuando juntas para atingir um objetivo comum.

Nesse cenário, o ambiente colaborativo será favorável para que aqueles que dominam certas habilidades possam ajudar os outros membros da equipe. Com isso, é criada uma grande rede de ajuda que incentiva o desenvolvimento de todos — é como se um profissional completasse o outro no trabalho a ser desenvolvido.

3 – Incentive o bom relacionamento interpessoal
O bom relacionamento interpessoal também é uma soft skill muito valorizada no mercado de trabalho atual, já que várias áreas precisam conversar em uma empresa. No entanto, para que haja uma interação entre os departamentos, os funcionários de diferentes setores precisam se relacionar bem.

O relacionamento interpessoal é fundamental, por exemplo, entre os profissionais das áreas financeira e de vendas. Ambas as equipes devem estar sintonizadas nos objetivos organizacionais e se relacionar para atingir bons resultados nas suas respectivas áreas.

4 – Reconheça os potenciais e estimule a sua equipe
Como líder, você sabe que dentro da sua equipe sempre haverá os profissionais que se destacam, seja pela sua proatividade, pela motivação ou pelo comprometimento. Para incentivar essas habilidades, é importante reconhecê-las e deixá-las mais aparentes em cada funcionário. Assim, você poderá estimular o desenvolvimento de todos.

Para tanto, é essencial identificar aqueles profissionais que se revelam mais engajados, dispostos e comprometidos com o seu próprio autodesenvolvimento.

5 – Ofereça feedbacks constantes
Quando você reserva um tempo para conversar com os colaboradores e mantém a troca constante de feedback, contribui para que a equipe consiga perceber quais são seus pontos fortes e também de melhoria. Para tanto, é preciso investir em feedbacks individuais e coletivos.

Ao fazer a avaliação na rotina de trabalho e ao detectar em quais circunstâncias o colaborador tem um melhor desempenho, fica mais fácil desenvolver as soft skills.

6 – Incentive a busca pelo autoconhecimento
O autoconhecimento é a chave para aprimorar ou descobrir soft skills que ainda não foram despertadas. Portanto, é importante você reservar um tempo para despertar a busca do autoconhecimento junto à sua equipe. Essa não é uma tarefa fácil, já que o ambiente corporativo costuma ser muito duro — e todos precisam entregar trabalhos no prazo, atingir as metas e zelar pelo bom andamento de suas funções.

No entanto, enquanto não for feito o exercício de olhar para dentro de si, as soft skills correrão o risco de ficar encobertas pelas rotinas. Consequentemente, as entregas serão realizadas, mas sem a excelência e a performance que só as habilidades comportamentais podem proporcionar.

7 – Trabalhe um tipo de soft skill por vez
Como acabamos de dizer, existem muitos desafios diários dentro de uma organização e, para que os processos de desenvolvimento dos soft skills não se percam pelo caminho, eleja uma habilidade de cada vez para trabalhar com a sua equipe.

Dessa forma você terá tempo de amadurecer essas habilidades junto à equipe e os processos tenderão a acontecer de forma mais natural à medida que você for elegendo as habilidades a serem trabalhadas de acordo com a necessidade da empresa.

Como vimos ao longo deste post, somente as hard skills não são mais suficientes para manter uma equipe de alto rendimento. Por isso, as soft skills têm se tornando cada vez mais importantes e merecem a devida atenção das lideranças das empresas.

Fonte: http://cio.com.br/gestao/2018/11/24/7-dicas-para-desenvolver-as-soft-skills-de-sua-equipe/

Dicas valiosas para qualquer área de atuação, em especial a jurídica, pois a questão de comunicação é essencial para o desenvolvimento do negócio.

#FraternoAbraço

Gustavo Rocha
Consultoria GustavoRocha.com | Gestão, Tecnologia e Marketing Estratégicos
Robôs | Inteligência Artificial | Jurimetria
(51) 98163.3333 | gustavo@gustavorocha.com | www.gustavorocha.com

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Gustavo Rocha) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados