JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Produção de Textos com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 

CONTABILIDADE E SETOR DE INTELIGÊNCIA TRIBUTÁRIA SEMPRE TRABALHAM EM PROL DA EMPRESA


Autoria:

Rogério Libanio Lopes Da Silva


Rogério Libânio Lopes da Silva Formado Em Economia- Pós Graduado em Contabilidade Avançada Formado Em Direito- Pós Graduação Em Direito Tributário --------------- Especialista em Restituição de Imposto Para Empresas- Trabalho com Compliance Fiscal- Inteligência Tributária- Serviço Prático Tributário 35-99713-9999(Vivo) ou 35-98803-0303 (Oi)

envie um e-mail para este autor

Resumo:

Empresários Aumentam Lucro da Empresa, Contratando serviço de Inteligência Tributária. Hoje empresas conseguem mais eficiências se trabalhem com Contabilidade + Escritório de Inteligência Tributária. Serviço que Só Contribui com a Empresa.

Texto enviado ao JurisWay em 24/01/2019.

Última edição/atualização em 02/02/2019.



Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo



Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay?

Escritório de Contabilidade +Escritório de Inteligência Tributária = Empresa Mais Lucrativa

CONTABILIDADE E SETOR DE INTELIGÊNCIA TRIBUTÁRIA SEMPRE TRABALHAM EM PROL DA EMPRESA

POR QUE NÃO? Porque Não Criar em sua Empresa um Departamento de Compliance Fiscal?

 

            Empresários acertam e empresários erram, isso é fato.
            Muitas práticas (projetos) dentro da empresa, podem acontecer de forma, complementar, independente, ou conflitante. Uma experiência é Certa, toda empresa precisa passar por um diagnósticos gratuito, para verificar a possibilidade de serviço pontual de inteligência Tributária, a maioria dos empresários podem contratar serviços pontuais de inteligência tributária, que são sempre, complementares ao serviço da contabilidade.
            Em tempos não tão remotos, aqui no Brasil, os Contadores avisavam o fisco, e o Fisco fiscalizavam as empresas com Cruzamento de Informações.

Com o Sistema Público de Escrituração Digital (Spead), instituído pelo Decreto de Número 6.022/2007, as informações passaram a ser uniforme e precisas, e os três Entes Públicos Municipais- Estaduais e Federal, passaram a deter uma Integração das Informações transmitidas pelos Contadores.

           Atualmente devido a digitalização da escrita contábil, se faz necessário o envio de dados para a receita. E hoje devido a digitalização, as permissividades do que é possível para o que não é possível ficaram praticamente exatas, sem margens de discussão.
              O trabalho do Contador sempre foi de exímia necessidade e de excelente notoriedade.   

            E sempre foi assim o empresário quer abrir uma empresa, Fala com o Contador , Quer Contratar ou demitir alguém, Fala com o Contador, Recebeu uma notificação fala com o Contador, etc, foi sempre uma relação saudável e duradoura.
Outro acontecimento Notório em nossa sociedade,

Contabilidade X Empresa X Governo, passou a sofrer influências diretas, do tipo possibilidade de execução de trabalhos tributários, isso pode. Isso não pode. De acordo com as visões dos tributais. Assim nos dias atuais, a Relação dos Entes Jurídicos acima, passou a ficar assim:

TRIBUNAIS (Empresa X Contabilidade X Governo)

Os tributais, influenciaram positivamente-(pode fazer) e negativamente-(não pode fazer) a relação dos entes acima citados.

Por isso , com a ajuda de um escritório Especializado em Compliance Fiscal ( Conformidades da Lei), o empresário consegue aumentar o Lucro de Sua Empresa.

Assim, o Setor de Compliance Fiscal e Inteligência Tributária, faz o empresário aumentar o Lucro de sua Empresa.
             São Serviços Possíveis para o Empresário , com Retorno Direto em Seu Fluxo de Caixa,

1-Todo Inss pago sobre a Folha de Pagamento com caráter Indenizatório deve ser restituído via fluxo de caixa para a empresa- Assim o INSS , de acordo com as visões dos TRIBUNAIS, só deve se incidir sobre a remuneração dos trabalhadores, nunca nos extras(hora extra, adicional noturno, insalubridade, periculosidade, 1/3 de férias, férias vencidas, aviso prévio indenizado, gratificações eventuais, etc), por isso a lei e os tribunais garantem a possibilidade de estorno das parcelas pagas sobre as verbas extras (verbas indenizatórias), ficando certo para os Empresários, apoiados pelas orientações dos TRIBUNAIS que os 20% do INSS, só devem incidir sobre a Remuneração dos Trabalhadores. 

2- ICMS-ST- Empresas que Revendem Produtos tais como: Cimento,  Combustíveis, Bebidas Alcoólicas e Não Alcoólicas, Eletro- Eletrônicos, Águas e Refrigerantes, recebem esses produtos, o ICMS já recolhido, ou seja, o Fornecedor recolhe o Imposto com baseado na Média da  presunção de venda.  Desta Forma , os revendedores(Donos de: Postos de Combustíveis, Resturantes, Supermercados, Farmácias, Empresas de Material de Construção, etc)acabam pagando os impostos de forma sempre à maior. Ou seja o Empresário é Credor e Não Sabe.

                Por isso Com a Digitalização da Escrita Contábil (Spead/2007) e Com a Interferência dos Tribunais na Relação (Empresa-Contabilidade-Governo), a contratação de serviço especializado é uma excelente opção para o Empresário, é uma forma Segura de interação da Empresa com as Receitas (governo).   

 O empresário que consegue Enxergar essa Reestruturação de nossa Economia , contrata serviço especializado de Inteligência Tributária.

Por: Rogério Libânio Lopes da Silva- Economia e Direito

Importante:
1 - Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.
2 - Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Rogério Libanio Lopes Da Silva) e a fonte www.jurisway.org.br.
3 - O JurisWay não interfere nas obras disponibilizadas pelos doutrinadores, razão pela qual refletem exclusivamente as opiniões, ideias e conceitos de seus autores.

Nenhum comentário cadastrado.



Somente usuários cadastrados podem avaliar o conteúdo do JurisWay.

Para comentar este artigo, entre com seu e-mail e senha abaixo ou faço o cadastro no site.

Já sou cadastrado no JurisWay





Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Não sou cadastrado no JurisWay




 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados