JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Defesa do Consumidor
 

Telefone Celular pode ser mais danoso à saúde que o cigarro.

Estudos cientificos estão cada mais insistentes em afirmar que há indicios de que a irradiação do aparelho celular pode ter relação com tumores cerebrais.

Texto enviado ao JurisWay em 06/07/2008.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

Telefone Celular pode ser mais danoso à saúde que o cigarro.

 

 

Parece ser uma informação exagerada, contudo, trata-se de um estudo realizado por  um médico especializado  em doenças cancerígenas, Dr. Vini Khurana, australiano, conforme informa do Idec – Instituto de Defesa do Consumidor:  

 

 

“O celular pode matar mais do que o cigarro. Isso é o que afirma um estudo realizada por um médico australiano, especialista em câncer, Vini Khurana, que considera que as pessoas deveriam diminuir ou evitar o uso desses aparelhos e que os fabricantes tomem atitudes para reduzir a exposição à radiação.

Na pesquisa, o médico, ganhador de 14 prêmios, analisou aproximadamente 100 estudos sobre o tema e, apesar de admitir que o celular pode salvar a vida de uma pessoa em uma situação de emergência, alertou para a existência de fatos que indicam a relação do uso do aparelho com tumores cerebrais.

Cigarros
Khurana, em sua pesquisa, fez a comparação com o cigarro, por afirmar que atualmente 3 bilhões de pessoas usam celulares, número três vezes maior do que o de fumantes, em todo o mundo.

Para o médico, ainda não há mais dados sobre o assunto, devido ao fato de que a popularização dos celulares é recente. Mas, como o período de incubação do câncer dura de 10 a 12 anos, é possível que a sociedade veja aumentar a incidência dessa doença em alguns anos.

Em janeiro deste ano, o governo francês pediu que as famílias utilizassem o telefone móvel com mais prudência, principalmente as crianças, apesar de não ter nenhuma comprovação científica dos malefícios da tecnologia.”

 

 

Esta informação estimulou centenas de estudantes e cientista a dedicar maiores estudos sobre a irradiação dos aparelhos celulares e também das antenas que se encontram espalhadas em todo o mundo.

 

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
 
Copyright (c) 2006-2020. JurisWay - Todos os direitos reservados