JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Defesa do Consumidor
 

O Telefone Celular pode trazer sérios problemas para crianças

Estudo internacional concluiu que os filhos de mães que usaram telefone celular mais vezes durante a gravidez estariam mais propensos a ter problemas de comportamento.

Texto enviado ao JurisWay em 06/07/2008.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 

Telefone Celular – Problemas com a irradiação do aparelho?

 

Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA), e a Universidade de Aarhus, na Dinamarca constatou que filhos de mães que usavam o celular pelo menos duas ou três vezes ao dia durante a gravidez estavam mais propensos a ter problemas de comportamento

 

Entre os problemas foram identificados a  hiperatividade e dificuldades para lidar com emoções e relacionamentos.

 

Por outro lado, pesquisando também as crianças a pesquisa constatou também que as crianças que usam o celular antes dos sete anos de idade  estão sujeitos a maiores riscos de adquirir problemas de comportamento.

 

De qualquer forma, considerando que a pesquisa  revelou dados de grande importância e principalmente considerando que os telefones celulares ainda são foram examinados cientificamente em profundidade, os resultados devem estimular novos estudos e mais cuidado por parte das autoridades.

 

Aliás, os autores da pesquisa advertem que os resultados obtidos com a pesquisa eram inesperados e que a interpretação deve ser precedida de cuidados especiais.

 

“Mães de 13.159 crianças haviam sido recrutadas ainda durante a gravidez. Quando seus filhos completaram sete anos, em 2005 e 2006, elas responderam um questionário sobre a saúde e o comportamento das crianças e sobre o uso do celular durante e após a gravidez e pelos filhos.

 

Os resultados revelaram que as mães que usavam o celular tinham 54% mais chances de ter filhos com problemas comportamentais, e os riscos pareciam aumentar se o uso era mais freqüente. Quando as próprias crianças também usavam o celular antes de completar sete anos, elas tinham, em média, 80% mais risco de ter dificuldades de comportamento.”

 

Os pesquisadores ressaltaram, entretanto,  que mais pesquisas e estudos científicos devem ser realizados  para constatar efetivamente se o  resultado da pesquisa resulta meramente de efeitos psicológicos em face do tempo despendido pelas mães com o uso do celular ou se o problema estaria ligado à irradiação emitida pelo aparelho.

 

De qualquer forma o assunto se torna grave o suficiente para que as autoridades examinem o problema com urgência e seriedade.

 

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
 
Copyright (c) 2006-2020. JurisWay - Todos os direitos reservados