JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Defesa do Consumidor
 

A importância do exame preventivo

13/06/2016 Fonte: iSaúde Bahia

Texto enviado ao JurisWay em 13/06/2016.

indique está página a um amigo Indique aos amigos




Você sabe o que é o Papanicolau e para que ele serve? Confira no artigo com a Dra. Denise Vasconcelos.

Bahiana

"O exame preventivo ou Papanicolau é um exame de rastreamento para detectar alterações nas células do colo uterino, como doenças sexualmente transmissíveis ou câncer de colo uterino..."

O exame preventivo ou Papanicolau é um exame de rastreamento para detectar alterações nas células do colo uterino, como doenças sexualmente transmissíveis ou câncer de colo uterino, também conhecido como esfregaço cervicovaginal ou colpocitologia oncótica. Esse exame é a principal estratégia para detectar lesões, precocemente, antes que a mulher apresente sintomas. Pode ser feito em postos ou unidades de saúde da rede pública que tenham profissionais capacitados. É fundamental que os serviços de saúde orientem sobre o que é e qual a importância do exame preventivo, pois sua realização periódica permite que o diagnóstico seja  antecipado e reduza a mortalidade por câncer do colo do útero.

O exame preventivo é indolor, simples e rápido. Pode, no máximo, causar um pequeno desconforto que diminui se o exame for realizado com boa técnica e de forma delicada. Consiste na coleta de material do colo uterino para exame em laboratório. É um exame simples e barato, porém algumas mulheres ainda resistem em realizá-lo por medo ou vergonha. Ele deve ser realizado em todas as mulheres com vida sexual ativa, pelo menos uma vez ao ano. O Ministério da Saúde recomenda que, caso o resultado do exame seja negativo por três anos seguidos, a mulher pode repeti-lo de três em três anos. A frequência de realização do exame poderá ser alterada depois, pelo médico, de acordo com os resultados.

Para garantir um resultado correto, a mulher não deve ter relações sexuais (mesmo com camisinha) nos dois dias anteriores ao exame, evitar também o uso de duchas, medicamentos vaginais e anticoncepcionais locais nas 48 horas que antecedem a realização do exame. É importante também que não esteja menstruada, porque a presença de sangue pode alterar o resultado. Mulheres grávidas também podem se submeter ao exame, sem prejuízo para sua saúde ou a do bebê.


Para acessar o site iSaúde Bahia, clique aqui.

Nossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação.

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
Copyright (c) 2006-2021. JurisWay - Todos os direitos reservados