JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Defesa do Consumidor
 

Negociação

Texto enviado ao JurisWay em 11/10/2006.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

Na área imobiliária não existem preços e condições fixas, tudo depende da habilidade do comprador em negociar, assim somente depois de aferida a viabilidade do negócio, com o exame do terreno e da legalidade e seriedade do empreendimento, é que devem ser examinadas as propostas de compra e venda.
 
O comprador não deve deixar-se levar pela insistência dos intermediários para formalizar uma proposta escrita.
 
O ideal é discutir extensamente o negócio, fazer a proposta verbalmente e somente se comprometer quando todas os pontos da negociação já estiverem completamente acertados e aceitos.
 
O oferecimento de proposta escrita, apenas por parte do comprador, óbvio, o enfraquece na negociação futura.
 
As proposta formais somente são consideradas como princípio de negociação mas, já constarão o compromisso financeiro por parte do proponente, neste caso o comprador, o que não traduz um equilíbrio no negócio.
 
Não poderá ainda esquecer o comprador de que qualquer valor oferecido ao corretor no ato da proposta formal implica em pagamento parcial e, se por qualquer motivo, o comprador quiser desistir já terá que pagar a indenização pela comissão ou multa pela desistência.
 
Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
Copyright (c) 2006-2021. JurisWay - Todos os direitos reservados