JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Kit com 30 mil modelos de petições
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Eu Juiz

Entenda

O que é 'Eu Juiz'?

Eu Juiz é um espaço onde qualquer pessoa pode analisar uma situação real e dar seu voto sobre qual deveria ser a sentença do juiz, podendo justificar sua resposta e ver as respostas das outras pessoas.

Ao final, é dada uma orientação sobre a solução mais aceita de acordo com a legislação vigente.

Ver outros casos

Estagiário ajuíza reclamatória trabalhista pleiteando o reconhecimento de vínculo de emprego em relação ao banco que trabalhava.

Descrição do Caso:

Samuel, estudante de informática da faculdade Mendonça e Mendonça, no município de Águas Rasas, estava cursando o segundo período do curso de Programação de Dados quando foi chamado pelo Banco Chico Vil para estagiar.

Ao fazer a entrevista de emprego, ficou esperançoso, pois viu a oportunidade de ter contato direto com uma infinidade de programas que o setor de informativa do banco desenvolvia.

Desta forma, foi contratado como estagiário no dia 01/10/2002.

Todavia, na primeira semana de serviço, tendo em vista a abertura de uma nova agência, foi deslocado para o setor de atendimento geral.

Decepcionado, ainda procurou a gerência do banco para tentar uma transferência para o setor de informática, mas não obteve sucesso.

Inclusive, para evitar "maiores problemas", a gerência do banco, utilizando "um tom áspero", respondeu que no momento não havia condições para tanto, pelo que deveria se contentar com a situação, pois o "fato" de trabalhar naquele banco já representava a maior contribuição que seu currículo poderia ter.

Neste momento, Samuel começou a desconfiar que a real intenção do banco era diminuir os encargos trabalhistas, contratando estagiários para desempenhar a função de empregados normais.

E, neste sentido, teve a confirmação de suas "suspeitas", quando após completar seu curso de programação de dados o banco concordou em assinar sua carteira de trabalho, na função de atendente.

Desta forma, a partir de dezembro de 2006, Samuel teve sua CTPS assinada como empregado do banco, contratado na função de atendente geral.

Se sentindo lesado com a "manobra do banco" procurou seu gerente para tentar solucionar a situação, mas novamente teve a resposta negativa.

É que na visão do banco, o período anterior se referia ao contrato de estágio e por este motivo, não poderia ser anotado em sua carteira de trabalho.

Irresignado foi procurar seus direitos na justiça do trabalho.


Próximo Passo:

Argumentos do Autor (Petição Inicial)

Importante:
1 - Todo o conteúdo pode ser citado na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
Copyright (c) 2006-2020. JurisWay - Todos os direitos reservados