JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Defesa do Consumidor
 

Ibama desarticula esquema de comércio ilegal de madeira protegida

Fonte: Ibama 15/5/2012

Texto enviado ao JurisWay em 15/05/2012.

indique está página a um amigo Indique aos amigos



Sinop (14/05/2012) - O Ibama flagrou na última sexta-feira uma área de reserva onde acontecia exploração ilegal de madeira na zona rural de Paranaíta, município a 65Km de Alta Floresta, norte de Mato Grosso. A equipe de fiscais observou diversos ramais e veios de exploração na área de reserva. A principal espécie explorada era da essência castanheira, com árvores que chegam a 140 cm de diâmetro e 25m de altura. No local havia seis homens que foram autuados em flagrante.

Nesta autuação, o proprietário do imóvel comercializava e explorava as árvores de sua propriedade, empregando a madeira na construção civil e benfeitorias na fazenda. De acordo com o coordenador da ação, Émerson Luiz Servello, as castanheiras constam em listas de espécies ameaçadas de extinção. "O corte e uso dessas árvores são proibidos sob qualquer aspecto", informa.

O gerente executivo do Ibama em Sinop, Evandro Selva, salienta a importância da participação da sociedade na preservação da Floresta Amazônica, segundo ele, o cidadão é um parceiro do Ibama, ao tempo em que denuncia as prática ilegais de exploração de madeira. "Com a participação ativa e intensa da sociedade, ganha o meio ambienta e o
próprio cidadão, só quem tem a perder é o mau feitor", avalia.

Badaró Ferrari
Ascom – Ibama




Nossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação.
Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
Copyright (c) 2006-2021. JurisWay - Todos os direitos reservados