JurisWay - Sistema Educacional Online
 
Kit com 30 mil modelos de petições
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Eventos
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Eu Juiz

Entenda

O que é 'Eu Juiz'?

Eu Juiz é um espaço onde qualquer pessoa pode analisar uma situação real e dar seu voto sobre qual deveria ser a sentença do juiz, podendo justificar sua resposta e ver as respostas das outras pessoas.

Ao final, é dada uma orientação sobre a solução mais aceita de acordo com a legislação vigente.

Ver outros casos

Trata-se da discussão jurídica acerca da incidência ou não do Imposto de Renda sobre parcelas que apresentam natureza indenizatória.

Descrição do Caso:

Feliciano da Silva trabalhava para a empresa de saneamento "Águas Formosas", uma sociedade de economia mista, situada no Estado de Marte, perto de Netuno e Urano.

Ocorre que no ano de dois mil e lá vai pedrinha, durante o período de estabilidade pré-eleitoral, conforme estabelece à lei 9504/97, a empresa decidiu demiti-lo, sem justa causa. Ato este, notoriamente irregular, conforme a pacífica jurisprudência pátria.

Irresignado, Feliciano da Silva ingressou com reclamatória trabalhista pleiteando sua reintegração no emprego.

A reclamatória, como era previsto, foi julgada procedente.

Entretanto, considerando que o período de estabilidade pré-eleitoral já havia se espirado e, ainda, seguindo o entendimento dominante do Colendo Tribunal Superior do Trabalho, o pedido de reintegração no emprego foi convertido em indenização substitutiva, referente ao período da estabilidade.

Após a tramitação regular do feito, com a apresentação e julgamento dos recursos cabíveis que, neste caso, não representaram qualquer alteração no julgado, deu-se início a execução, com a respectiva apresentação dos cálculos pelas partes.

O reclamante concordou com os cálculos apresentados pela reclamada.

Entretanto, notando que os cálculos foram apresentados sem a respectiva retenção do Imposto de Renda, a União Federal, por meio de sua procuradoria, houve por bem em apresentar petição de impugnação, pleiteando a revisão dos mesmos, com a inclusão do respectivo recolhimento.

O MM. Juiz de 1º grau, entretanto, entendendo que se tratava de parcela de natureza indenizatória, houve por bem, em não acolher a impugnação oferecida pela União Federal, homologando o cálculo que havia sido oferecido pela reclamada, sem a incidência do Imposto de Renda.

A União Federal, não se conformando com a decisão supramencionada, ajuizou, no prazo legal, recurso de Agravo de petição pleiteando a revisão desta decisão pela instancia superior.


Próximo Passo:

Argumentos do Autor (Petição Inicial)

Importante:
1 - Todo o conteúdo pode ser citado na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
Copyright (c) 2006-2020. JurisWay - Todos os direitos reservados