JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Provas Anteriores - Concurso Público

Procuradoria Geral do Estado/PA
Procurador do Estado - Janeiro/2009
Elaboração: Procuradoria Geral do Estado



Clique na alternativa desejada e depois no botão "Conferir Resposta" abaixo das alternativas.

Direito Ambiental e Minerário


77ª Questão:

Segundo a Constituição Federal e o atual entendimento do Supremo Tribunal Federal na ADI-MC 3540/DF é CORRETO afirmar:

a)A supressão do regime jurídico pertinente aos espaços territoriais especialmente protegidos qualifica-se, por efeito da cláusula inscrita no art. 225, § 1º, III, da Constituição, como matéria não sujeita ao princípio da reserva legal, pois é lícito ao Poder Público - qualquer que seja a dimensão institucional em que se posicione na estrutura federativa (União, Estados-membros, Distrito Federal e Municípios) - autorizar, licenciar ou permitir a execução de obras e/ou a realização de serviços no âmbito dos espaços territoriais especialmente protegidos, mesmo que resulte comprometida a integridade dos atributos que justificaram inicialmente quanto a tais territórios, a instituição de regime jurídico de proteção especial (CF, art. 225, § 1º, III), desde que exista decisão do Conselho Estadual de Meio Ambiente que corrobore de forma favorável a um dado empreendimento.
b)Somente a alteração e a supressão do regime jurídico pertinente aos espaços territoriais especialmente protegidos qualificam-se, por efeito da cláusula inscrita no art. 225, § 1º, III, da Constituição, como matérias sujeitas ao princípio da reserva legal. - É lícito ao Poder Público - qualquer que seja a dimensão institucional em que se posicione na estrutura federativa (União, Estados-membros, Distrito Federal e Municípios) - autorizar, licenciar ou permitir a execução de obras e/ou a realização de serviços no âmbito dos espaços territoriais especialmente protegidos, desde que, além de observadas as restrições, limitações e exigências abstratamente estabelecidas em lei, não resulte comprometida a integridade dos atributos que justificaram, quanto a tais territórios, a instituição de regime jurídico de proteção especial (CF, art. 225, § 1º, III).
c)A alteração, a supressão do regime jurídico pertinente aos espaços territoriais especialmente protegidos e autorizações, licenciamento ou permissão para a execução de obras e/ou a realização de serviços no âmbito dos espaços territoriais especialmente protegidos qualificam-se, por efeito da cláusula inscrita no art. 225, § 1º, III, da CF/88, como matérias sujeitas ao princípio da reserva legal, já que não é lícito ao Poder Público comprometer a integridade dos atributos que justificaram, quanto a tais territórios, a instituição de regime jurídico de proteção especial (CF, art. 225, § 1º, III).
d)A supressão do regime jurídico pertinente aos espaços territoriais especialmente protegidos qualifica-se, por efeito da cláusula inscrita no art. 225, § 1º, III, da Constituição, como matéria não sujeita ao princípio da reserva legal, pois é lícito à União e aos Estados-membros autorizar, licenciar ou permitir desde que por ato administrativo motivado, a execução de obras e/ou a realização de serviços no âmbito dos espaços territoriais especialmente protegidos, se respeitados ainda que parcialmente os atributos que justificaram quanto a tais territórios, a instituição de regime jurídico de proteção especial (CF, art. 225, § 1º, III).
  
Clique na alternativa desejada e depois no botão
``Conferir Resposta´´ abaixo das alternativas.
Se quiser apenas ver o gabarito, clique em: Gabarito

Lembre-se: Salvo disposição em contrário, as questões e o gabarito levam em consideração a legislação em vigor à época do edital desta prova, que foi aplicada em Janeiro/2009.
Perguntas e Respostas JurisWay
 
Copyright (c) 2006-2014. JurisWay - Todos os direitos reservados