JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Defesa do Consumidor
 

Inadimplência do consumidor cai pelo sétimo mês seguido, diz Boa Vista SCPC

07/06/2017 Fonte: G1

Texto enviado ao JurisWay em 08/06/2017.

indique está página a um amigo Indique aos amigos




Pesquisa aponta queda em 12 meses, mas na comparação com o mesmo mês de 2016 houve alta; outra pesquisa mostra que quase metade dos endividados admitem atrasar parcelas, dizem CNDL e SPC Brasil.

Por Karina Trevizan, G1
07/06/2017 10h44  Atualizado há 6 minutos

A inadimplência do consumidor caiu pelo sétimo mês seguido em maio, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (7) pela Boa Vista SCPC. Em 12 meses, o registro que mede a quantidade de pessoas com contas em atraso caiu 3,4%, segundo a pesquisa. No entanto, na comparação com o mesmo mês de 2016, houve alta de 6,7%.

Na passagem de abril para maio, a inadimplência caiu 3,8%. No acumulado do ano, há recuo de 0,2%.

Em nota, a Boa Vista SCPC apontou que a expectativa é que a variação da inadimplência se mantenha em um ritmo estável em 2017, com os consumidores voltando a buscar crédito em meio ao cenário de pequeno crescimento econômico. “As adversidades ocorridas na economia ao longo dos últimos dois anos geraram grande cautela nas famílias, inibindo o consumo e consequentemente contribuindo para a diminuição do fluxo de inadimplência”, diz a Boa Vista.

“Mantendo a perspectiva de pequeno crescimento da economia e renda, juros menores e inflação controlada, espera-se uma retomada sustentável da demanda de crédito, expandindo a renda disponível das famílias, fatores que deverão colaborar para a manutenção de um ritmo estável da inadimplência em 2017.”

Quase metade dos endividados admitem atrasar parcelas

Outra pesquisa divulgada nesta quarta pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) aponta que, entre os consumidores que têm empréstimos e financiamentos em aberto, 47% admite que atrasam parcelas.
Consumidores com empréstimos e financiamentos

Dos consumidores que dizem já ter atrasado parcelas, 18% afirmam que ainda não conseguiram resolver a pendência.

A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, recomenda que os consumidores avaliem com calma a necessidade de tomar um empréstimo antes de assumir a dívida. “Convém analisar a real necessidade de assumir um compromisso que, muitas vezes, só acaba depois de anos”, diz a especialista em nota.

“Se o objetivo for o pagamento de dívidas, o consumidor deverá optar por condições mais favoráveis, com juros menores e um plano de pagamento que caiba no seu orçamento. Caso contrário, pode cair no endividamento novamente.”

 

Para acessar o site G1, clique aqui.

Nossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação.

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
 
Copyright (c) 2006-2020. JurisWay - Todos os direitos reservados