Perguntas e Respostas sobre Língua Portuguesa - Crase
Quais são os casos sujeitos a verificação quanto ao uso da crase?

Com as expressões adverbiais de lugar formadas por nomes de cidades, países, estados, deve-se fazer a verificação da ocorrência da crase por meio da troca do termo regente.

  • Vou à Bahia (Vim da Bahia / Estou na Bahia)
  • Vou a Florença. (Vim de Florença / Estou em Florença)
  • Vou à Itália (Vim da Itália / Estou na Itália)

Atenção: É importante ter cuidado de não esquecer de verificar os dois lados. Não basta constatar que surge da ou na antes de Itália, por exemplo. Isso não é garantia de acento indicador de crase; apenas confirma a existência de artigo antes de Itália.

Para que ocorra crase, é preciso que o termo anterior peça a preposição a. No caso de “Visitei a Itália”, por exemplo, não há crase, já que visitar é verbo transitivo direto.

Com as palavras "casa" e "terra", deve-se observar o comportamento de tais palavras nas expressões:

  • Cheguei a casa (Venho de casa / Estou em casa)

Neste caso, “casa” designa a residência de quem fala ou escreve.

  • Cheguei à casa do diretor (Venho da casa do diretor / Estou na casa do diretor) Já neste caso, a palavra casa

A ocorrência da crase com os pronomes aquele(s), aquela(s) e aquilo depende apenas da verificação da presença da preposição que antecede esses pronomes:

  • Veja aquele monumento / aquela praça / aquilo.

(O verbo ver é transitivo direto, portanto, não há preposição)

  • Refiro-me àquele jardim / àquela praça / àquilo.

(O verbo referir-se é transitivo indireto e rege a preposição a)

A crase com o pronome a qual é detectável pelo expediente da substituição do termo regido feminino por um termo masculino:

  • A professora à qual devo meu aprendizado já se aposentou.
  • O professor ao qual devo meu aprendizado já se aposentou.
  • Muitas das alunas às quais ele dedicou seus estudos estiveram presentes à homenagem de ontem.
  • Muitos dos alunos aos quais ele dedicou seus estudos estiveram presentes à homenagem de ontem.


    Para mais informações, acesse o curso gratuito: 
    Crase: regras práticas para não errar

     

     




Achou esta página útil? Então....

Curta ou Compartilhe com os amigos:

Recomende ao Google:

Conte aos seus seguidores:

indique esta página a um amigo Indique aos amigos



Os conteúdos do site podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citado o nome do autor (quando disponível) e incluído um link para o site www.jurisway.org.br.


Comentários