Perguntas e Respostas sobre Língua Portuguesa - Uso do hífen
Em quais casos deve-se usar o hífen após o prefixo "ab-"?

Quando o prefixo ab-  se juntar a palavras iniciadas por  "r”, deve-se usar o hífen. Veja alguns exemplos:

  • Ab-rogar;
  • Ab-rogante;
  • Ab-reptício;
  • Ab-reação.

Assim, não se usa hífen, por exemplo, nas palavras:

  • Abevacuação;
  • Abmigração.

Observação: Ab-rupto ou abrupto?

O VOLP (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa), editado pela Academia Brasileira de Letras, registra as duas formas (ab-rupto e abrupto). Porém, indica preferência pela forma com hífen ab-rupto, obedecendo às regras citadas acima.

Entretanto, na grande maioria dos dicionários, a forma com hífen (ab-rupto) não é listada, apesar de muitos deles indicarem a pronúncia ab-ru ou ab-rru, ou seja, separando o prefixo "ab" de "rupto". Além disso, diversos gramáticos já manifestaram preferência pela forma "abrupto", sem hífen, defendendo, inclusive, a pronúncia natural, sem separação.

 

Para mais regras sobre o uso do hífen, acesse o curso:

Ortografia – Dúvidas Freqüentes – Emprego do Hífen




Achou esta página útil? Então....

Curta ou Compartilhe com os amigos:

Recomende ao Google:

Conte aos seus seguidores:

indique esta página a um amigo Indique aos amigos



Os conteúdos do site podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citado o nome do autor (quando disponível) e incluído um link para o site www.jurisway.org.br.


Comentários