JurisWay - Sistema Educacional Online
 
É online e gratuito, não perca tempo!
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Notícias Jurídicas

Últimas notícias

Procon-MG promove evento Procon-MG fala com Você - Precificação
Eventos - (01/08/2019)

Procon-MG promove 22º Encontro sobre Consumo e Regulação - Boas Práticas na Revenda de Produtos Cárneos
Eventos - (24/04/2019)

Procon-MG promove 7ª Edição do Momento educAtivo com o tema "O que o consumidor deve saber na hora de contratar um empréstimo?"
Eventos - (25/03/2019)

Procon-MG promove 21º Encontro sobre Consumo e Regulação - Proteção de Dados Pessoais e Defesa do Consumidor
Eventos - (20/03/2019)

Procon-MG promove evento no Dia Mundial de Defesa do Consumidor
Eventos - (07/03/2019)

Procon-MG promove Encontro sobre Capacitação em Publicidade de Alimentos e Direitos do Consumidor
Eventos - (25/11/2018)

Procon-MG promove evento sobre boas práticas de preparo e venda de alimentos ao consumidor
Eventos - (15/11/2018)

Procon-MG promove 6ª Edição do Momento educAtivo, dessa vez com o tema "A liberdade de escolha do consumidor sob a perspectiva comportamental"
Eventos - (02/10/2018)

Mais notícias do dia...

Caso Jennifer Kloker: réu Alexsandro Neves é condenado a 26 anos de reclusão

Perguntas e Respostas JurisWay
Ferramentas Facebook:
Envie para um amigo:


Ou compartilhe com todos:

Um dos casos mais relevantes para o Poder Judiciário pernambucano teve fim, nesta quarta-feira (27), na Comarca de São Lourenço da Mata. O júri, composto por cinco mulheres e dois homens, considerou culpado o último acusado a ser julgado pelo assassinato da alemã Jennifer Marion Kloker. O réu Alexsandro Neves dos Santos foi sentenciado a 26 anos de reclusão pelos crimes de formação de quadrilha e homicídio duplamente qualificado (por motivo torpe e à traição). O juiz da Vara Criminal de São Lourenço, José Wilson Soares, realizou a leitura da sentença condenatória às 20h. 

Inicialmente, a pena será cumprida em regime fechado. Enquanto a sentença não transitar em julgado, o réu permanecerá preso. A defesa dele pode recorrer da decisão.

O julgamento teve início pela manhã, às 9h50, no Fórum de São Lourenço da Mata. Na fase de instrução, pela manhã, prestaram depoimento o delegado Alfredo Jorge, arrolado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), e o perito do Instituto de Criminalística (IC), Gilberto Pacheco, este arrolado pela defesa do réu. 

Alexsandro Neves foi interrogado no início da tarde, alegando que era inocente e não havia efetuado os disparos contra a alemã. Segundo denúncia oferecida pelo Ministério Público, o réu teria aceitado executar a turista pelo valor de R$ 5.000. Em seguida, ocorreu o debate entre a Promotoria e a Defesa. Cada parte teve 1h30 minutos. Houve réplica de uma hora do MPPE e tréplica dos advogados pelo mesmo tempo.

A alemã Jennifer kloker foi assassinada por volta das 22h15 do dia 16 de fevereiro de 2010, na altura do km 97 da BR-408, no município de São Lourenço da Mata. Em dezembro de 2012, juíza Marinês Viana, que estava acumulando os trabalhos da Vara Criminal de São Lourenço, condenou os réus acusados de terem planejado o assassinato. Delma Freire, Pablo e Ferdinando Tonelli e Dinarte Dantas foram condenados por formação de quadrilha e homicídio duplamente qualificado (por motivo torpe e uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima). As penas variaram entre 14 e 32 anos de reclusão, inicialmente em regime fechado.


...................................................................................
Bruno Brito e Devanyse Mendes | Ascom TJPE

Voltar para notícias

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.
 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados