JurisWay - Sistema Educacional Online
 
É online e gratuito, não perca tempo!
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Notícias Jurídicas

Últimas notícias

Procon-MG promove evento Procon-MG fala com Você - Precificação
Eventos - (01/08/2019)

Procon-MG promove 22º Encontro sobre Consumo e Regulação - Boas Práticas na Revenda de Produtos Cárneos
Eventos - (24/04/2019)

Procon-MG promove 7ª Edição do Momento educAtivo com o tema "O que o consumidor deve saber na hora de contratar um empréstimo?"
Eventos - (25/03/2019)

Procon-MG promove 21º Encontro sobre Consumo e Regulação - Proteção de Dados Pessoais e Defesa do Consumidor
Eventos - (20/03/2019)

Procon-MG promove evento no Dia Mundial de Defesa do Consumidor
Eventos - (07/03/2019)

Procon-MG promove Encontro sobre Capacitação em Publicidade de Alimentos e Direitos do Consumidor
Eventos - (25/11/2018)

Procon-MG promove evento sobre boas práticas de preparo e venda de alimentos ao consumidor
Eventos - (15/11/2018)

Procon-MG promove 6ª Edição do Momento educAtivo, dessa vez com o tema "A liberdade de escolha do consumidor sob a perspectiva comportamental"
Eventos - (02/10/2018)

Mais notícias do dia...

Absolvido pintor acusado de tentativa de homicídio

Perguntas e Respostas JurisWay
Ferramentas Facebook:
Envie para um amigo:


Ou compartilhe com todos:

 



Foi absolvido hoje (18) pelo 2° Tribunal do Júri de Goiânia o pintor Joilton Gomes França, de 39 anos, acusado de tentar matar o técnico de enfermagem Marcelo do Carmo Costa, 40, na madrugada de 1° de junho de 2005, no Setor Bela Vista. A sessão foi presidida pelo juiz Antônio Fernandes de Oliveira.

De acordo com a denúncia, cerca de um mês antes do crime, Joilton abordou Marcelo em via pública e o ameaçou de morte. Na madrugada do crime, ao sair de uma festa no Setor Bueno, o técnico de enfermagem foi surpreendido por uma emboscada armada pelo réu, que estava escondido atrás de uma árvore próxima ao local em que a vítima passaria. Em seguida, o pintor golpeou o pescoço de Marcelo deu facadas em várias partes do corpo dele até que ele desfalecesse, acreditando que o havia matado. Em seguida, o acusado fugiu com a arma utilizada no crime.

Apesar de estar ferido, Marcelo conseguiu levantar-se e foi para o apartamento da sua mãe. Ao chegar ao prédio, esvaindo em sangue, o porteiro acionou a Polícia Militar (PM) que encaminhou Marcelo ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde ficou internado por apenas quatro dias.

Em plenário, o Ministério Público (MP) não sustentou a acusação e pediu a desclassificação do crime para o de lesão corporal, enquanto a defesa sustentou a tese de negativa de autoria acolhida pelos jurados.

(Juliana Faleiro)

Voltar para notícias

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.
 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados