JurisWay - Sistema Educacional Online
 
É online e gratuito, não perca tempo!
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Notícias Jurídicas

Últimas notícias

Procon-MG promove evento Procon-MG fala com Você - Precificação
Eventos - (01/08/2019)

Procon-MG promove 22º Encontro sobre Consumo e Regulação - Boas Práticas na Revenda de Produtos Cárneos
Eventos - (24/04/2019)

Procon-MG promove 7ª Edição do Momento educAtivo com o tema "O que o consumidor deve saber na hora de contratar um empréstimo?"
Eventos - (25/03/2019)

Procon-MG promove 21º Encontro sobre Consumo e Regulação - Proteção de Dados Pessoais e Defesa do Consumidor
Eventos - (20/03/2019)

Procon-MG promove evento no Dia Mundial de Defesa do Consumidor
Eventos - (07/03/2019)

Procon-MG promove Encontro sobre Capacitação em Publicidade de Alimentos e Direitos do Consumidor
Eventos - (25/11/2018)

Procon-MG promove evento sobre boas práticas de preparo e venda de alimentos ao consumidor
Eventos - (15/11/2018)

Procon-MG promove 6ª Edição do Momento educAtivo, dessa vez com o tema "A liberdade de escolha do consumidor sob a perspectiva comportamental"
Eventos - (02/10/2018)

Mais notícias do dia...

Laboratório é condenado a pagar indenização por diagnóstico errado de paciente que fazia tratamento para engravidar

Perguntas e Respostas JurisWay
Ferramentas Facebook:
Envie para um amigo:


Ou compartilhe com todos:

O laboratório Biomed Análises Clínicas Ltda foi condenado a pagar R$ 3.500,00 referente a indenização por danos morais, por ter apresentado resultado equivocado do exame de gravidez de uma paciente, que estava fazendo tratamento médico para engravidar.

Com orientação do seu médico, a paciente realizou um exame chamado Beta HCG sanguíneo e recebeu resultado positivo de gravidez. Mais tarde, após ter dado início ao seu pré natal,  uma ultrassonografia afastou a possibilidade de gravidez e identificou apenas um cisto.  Então, voltou ao laboratório e o bioquímico responsável constatou equívoco na digitação do resultado. Decepcionada, a paciente entrou na justiça pedido reparação por danos morais.

Em sua decisão, o juiz da 2º Vara Cível de Porto Velho, Jorge Luiz Gurgel do Amaral, considerou, entre outros fatos, o histórico de infertilidade na família da autora, sua preocupação em conseguir engravidar e a frustração e desilusão em descobrir que não existia a tão ansiada gravidez que o exame apontara. 

/// Assessoria de Comunicação Institucional - TJ RO

Voltar para notícias

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.
 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados