JurisWay - Sistema Educacional Online
 
É online e gratuito, não perca tempo!
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Notícias Jurídicas

Últimas notícias

Procon-MG promove evento Procon-MG fala com Você - Precificação
Eventos - (01/08/2019)

Procon-MG promove 22º Encontro sobre Consumo e Regulação - Boas Práticas na Revenda de Produtos Cárneos
Eventos - (24/04/2019)

Procon-MG promove 7ª Edição do Momento educAtivo com o tema "O que o consumidor deve saber na hora de contratar um empréstimo?"
Eventos - (25/03/2019)

Procon-MG promove 21º Encontro sobre Consumo e Regulação - Proteção de Dados Pessoais e Defesa do Consumidor
Eventos - (20/03/2019)

Procon-MG promove evento no Dia Mundial de Defesa do Consumidor
Eventos - (07/03/2019)

Procon-MG promove Encontro sobre Capacitação em Publicidade de Alimentos e Direitos do Consumidor
Eventos - (25/11/2018)

Procon-MG promove evento sobre boas práticas de preparo e venda de alimentos ao consumidor
Eventos - (15/11/2018)

Procon-MG promove 6ª Edição do Momento educAtivo, dessa vez com o tema "A liberdade de escolha do consumidor sob a perspectiva comportamental"
Eventos - (02/10/2018)

Mais notícias do dia...

Juíza do TJDFT discute implementação de Rede Integrada de Atendimento à Mulher

Perguntas e Respostas JurisWay
Ferramentas Facebook:
Envie para um amigo:


Ou compartilhe com todos:

A Juíza Maria Isabel da Silva, do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, participa amanhã de uma reunião promovida pelo Conselho dos Direitos da Mulher com o objetivo de discutir a implementação da Rede Integrada de Atendimento à Mulher no DF.

Uma vez instalada, espera-se que a Rede Integrada de Atendimento à Mulher forneça ao Conselho informações necessárias para a tomada de decisões com rapidez, proporcionando à mulher em situação de violência atendimento qualificado e humanizado.

Em entrevista concedida recentemente, a juíza cobrou uma participação mais efetiva dos órgãos públicos no cumprimento da lei Maria da Penha. Não existe um trabalho voltado para a recuperação do agressor, o que mantém o ciclo da violência doméstica, disse a magistrada. Segundo ela, faltam políticas públicas para que se acabe com esse tipo de violência e faltam também estruturas de apoio às vítimas - uma vez que em todo o Distrito Federal só há um abrigo para as mulheres.

A implementação da Rede Integrada de Atendimento à Mulher talvez possa ajudar a mudar o triste quadro de violência doméstica no DF e oferecer soluções para a superação desse grave problema social.



Nº do processo:


Autor: (AB)


Voltar para notícias

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.
 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados