JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Defesa do Consumidor
 

Consumidor que quitar as dívidas antecipadamente poderá ter desconto

Fonte: Infomoney 16/5/2012

Texto enviado ao JurisWay em 16/05/2012.

indique está página a um amigo Indique aos amigos



SÃO PAULO - Senado aprovou nesta terça-feira (15), o Projeto de Lei 636/2011 que prevê desconto para consumidores que quitarem contratos de operações de crédito e arrendamento mercantil antecipadamente.

A proposta, de autoria da senadora Lídice da Mata (PSB-BA) e aprovada pela CAE (Comissão de Assuntos Econômicos), prevê redução proporcional de juros e outros eventuais acréscimos, de acordo com a antecipação.

De acordo com o texto, também está proibida a cobrança de qualquer penalidade pela quitação antecipada da transação financeira, e também exige a inclusão nos contratos, de planilha detalhando a taxação incidente sobre as parcelas e de cláusula especificando a taxa de desconto aplicável na liquidação ou amortização antecipada.

Mesmo sendo um direito do consumidor, a quitação antecipada, Lídice afirmou que existem abusos na formalização de contratos de crédito. Segundo ela, tanto o CDC (Código de Defesa do Consumidor) quanto as resoluções do CMN (Conselho Monetário Nacional) deixam a desejar na regulação do tema.

Segundo o relator e senador, Armando Monteiro (PTB-PE), a proposta põe fim na ambiguidade da legislação. “No mérito, a proposição consolida e tira a ambiguidade da legislação sobre o tema do direito do consumidor de serviços financeiros à amortização ou liquidação antecipada de operações de crédito e de arrendamento mercantil. Hoje, tal arcabouço encontra-se disperso em dispositivos do Código de Defesa do Consumidor e em resoluções do Conselho Monetário Nacional “.

Emenda
De acordo com a Agência Senado, o texto original recebeu emenda do relator para permitir a negociação da taxa de desconto a ser aplicada na operação de amortização ou liquidação antecipada de dívida financeira. A única ressalva é que esse desconto não seja menor que a taxa de juros estabelecida no contrato, garantindo, assim, que a quitação antes do prazo final tenha, de fato, um custo menor para o cliente.

Caso não houver recurso para votação pelo Plenário do Senado, a matéria seguirá direto para a Câmara dos Deputados.




Nossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação.
Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados