JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Defesa do Consumidor
 

Juros ao consumidor supera 330% ao ano

Financeiras independentes lideram o ranking

Texto enviado ao JurisWay em 03/10/2008.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

Apesar da inflação sob controle no país, as taxas de juros em qualquer estado são estratosféricas. Apenas como exemplo, pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead/UFMG), relativa a abril de 2008 - as variações dos números a cada mês são mínimas -, mostrou que os juros praticados especificamente em Belo Horizonte permanecem extremamente acima da previsão de inflação para este ano, de 4,5%, com possibilidade de aumento ou queda de dois pontos percentuais. As financeiras independentes lideram o ranking dos setores  que mais esfolam o consumidor. Em abril, a taxa média foi de 13,02%. Como os juros são compostos, a taxa anual projetada é de 334,37%.


O segundo colocado é o cartão de crédito, com taxa de 11,35%, o que representa 263,31% ao ano. Quem pretende comprar gasolina hoje para pagar depois também deve ficar bastante atento. No mês passado, os juros foram de 11,28%, ou 260,58% ao ano. «O Brasil é campeão dos juros reais», observa o professor e diretor-adjunto do Ipead, Wanderley Ramalho.


O crédito para o brasileiro continua farto. Por isso, o consumidor deve ter muita atenção ao utilizar o crediário. “A dilatação dos prazos para o pagamento reduz o valor das prestações, mas os juros estão embutidos. Infelizmente, quem tem menor poder aquisitivo é que leva desvantagem, pois quem tem mais renda costuma ficar mais atento aos juros», diz Ramalho.

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.

indique está página a um amigo Indique aos amigos

 
 
Copyright (c) 2006-2020. JurisWay - Todos os direitos reservados