Prova Concurso Público - TRE/SE - Analista judiciário - Área Judiciária - Novembro/2015 - FCC - (Gabarito Definitivo)

Dificuldade Média
(30% a 60% de acertos)

Até agora, cerca de 32% acertaram esta questão.

311 pessoas responderam.

Gramática e Interpretação de texto da Língua Portuguesa

Anexo para as questões 8 a 10

Atenção: Para responder às questões de números 8 a 10, considere o texto abaixo.
Quero deixar aqui, entre parêntesis, meia dúzia de máximas das muitas que escrevi por esse tempo. São bocejos de enfado; podem servir de epígrafe a discursos sem assunto:
Suporta-se com paciência a cólica do próximo.
*
Matamos o tempo; o tempo nos enterra.
*
Um cocheiro filósofo costumava dizer que o gosto da carruagem seria diminuto, se todos andassem de carruagem.
*
Crê em ti; mas nem sempre duvides dos outros.
*
Não se compreende que um botocudo fure o beiço para enfeitá-lo com um pedaço de pau. Esta reflexão é a de um joalheiro.
*
Não te irrites se te pagarem mal um benefício: antes cair das nuvens, que de um terceiro andar.
(Machado de Assis, Memórias póstumas de Brás Cubas,capítulo CXIX)


Exibir/Ocultar texto completo deste anexo.


9ª Questão:

Considerando-se aspectos construtivos do texto, é correto afirmar que



a) a máxima Suporta-se com paciência a cólica do próximo apresenta uma forma verbal na voz passiva.

100 marcações (32%)
b) a máxima Crê em ti; mas nem sempre duvides dos outros constitui-se de duas orações com sujeitos distintos.

62 marcações (20%)
c) em Matamos o tempo; o tempo nos enterra há ocorrência tanto da voz ativa como da voz passiva.

84 marcações (27%)
d) em Não te irrites se te pagarem mal um benefício o termo benefício assume a função de sujeito.

33 marcações (11%)
e) em antes cair das nuvens, que de um terceiro andar o termo sublinhado está indicando anterioridade.


32 marcações (10%)


Lembre-se: Salvo disposição em contrário, as questões e o gabarito levam em consideração a legislação em vigor à época do edital desta prova, que foi aplicada em Novembro/2015.