Prova Concurso Público - TRF/3ª Região - Analista judiciário - Área Judiciária - Agosto/2007 - FCC

Dificuldade Média
(30% a 60% de acertos)

Até agora, cerca de 38% acertaram esta questão.

1.485 pessoas responderam.

Língua Portuguesa

Anexo para as questões 16 a 20

Atenção: As questões de números 16 a 20 referem-se ao texto seguinte.

Página de História

De uma História Universal editada no século XXXIII: "Os homens do século XX, talvez por motivos que só a miséria explicaria, costumavam aglomerar-se desconfortavelmente em enormes cortiços de cimento. Alguns atribuem o fato a não se sabe que misterioso pânico ao simples contato com a natureza; mas isso é matéria de ficcionistas, místicos e poetas... O historiador sabe apenas que chegou a haver, em certas grandes áreas, conjuntos de cortiços erguidos lado a lado sem o suficiente espaço e arejamento, que poderiam alojar vários milhões de indivíduos. Era, por assim dizer, uma vida de insetos - mas sem a segurança que apresentam as habitações construídas por estes."

(Mário Quintana − Caderno H. Porto Alegre: Globo, 1973, p. 14)


Exibir/Ocultar texto completo deste anexo.


18ª Questão:

Alguns atribuem o fato a não se sabe que misterioso pânico ao simples contato da natureza; mas isso é matéria de ficcionistas, místicos e poetas...

Sem prejuízo para o sentido contextual e a correção da frase acima, e sem que seja necessária qualquer outra alteração, pode-se substituir

a) atribuem por cogitam.

194 marcações (13%)
b) atribuem por justificam.

465 marcações (31%)
c) mas isso por conquanto isso.

161 marcações (11%)
d) a não se sabe que por ignorar-se qual.

107 marcações (7%)
e) a não se sabe que por a sabe-se lá qual.

558 marcações (38%)


Lembre-se: Salvo disposição em contrário, as questões e o gabarito levam em consideração a legislação em vigor à época do edital desta prova, que foi aplicada em Agosto/2007.