Perguntas e Respostas sobre Direito Eleitoral - Eleições Municipais
Como se dá a propaganda eleitoral gratuita dos candidatos dos municípios sem emissoras geradoras?

As grandes cidades possuem suas próprias emissoras geradoras de rádio e televisão, que veiculam a propaganda eleitoral gratuita de seus respectivos candidatos a prefeito e vereador.

 

Porém, há municípios vizinhos que não têm como divulgar a propaganda de seus candidatos pela falta de uma emissora própria. Divulgam, portanto, o programa das emissoras geradoras que os atingirem.

 

 

O legislador, então, tratou de cuidar desta situação.

 

Estabeleceu que, nos municípios em que não haja emissora, os órgãos regionais de direção da maioria dos partidos participantes do pleito poderão requerer à Justiça Eleitoral que reserve 10% (dez por cento) do tempo da propaganda eleitoral gratuita gerada em outra localidade para divulgação, em rede, da propaganda dos candidatos desses municípios.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        

(art. 48 da lei nº 9.504/97)

 

 

Estes dez por cento do tempo deverão ser divididos, igualmente, entre os municípios vizinhos, de forma que o número máximo de municípios a serem atendidos seja igual ao número de emissoras geradoras disponíveis.

 

Assim, se a cidade X possui duas emissoras geradoras e as cidades Y e Z não possuem emissoras geradoras, feita a reserva do tempo de acordo com os requisitos legais, a cada uma delas caberá 5% do tempo reservado.

 

 

É possível, também, que seja feito um revezamento entre os municípios participantes do tempo reservado, de forma que o tempo não seja dividido em duas partes iguais e, sim, que cada dia pertença a um município.

 

Desse modo, se duas cidades sem emissora fizerem solicitação de reserva de tempo, podem optar pela apresentação do programa de cada município em dias alternados, utilizando todo o tempo reservado.

 

 

Como determina o caput do art. 48 da lei nº 9.504/97, são os órgãos regionais de direção dos partidos que avaliam e decidem se devem reservar 10% do tempo destinado ao horário eleitoral para divulgação em rede da propaganda dos candidatos de municípios que não possuem emissoras geradoras.

 

De acordo com a conveniência, optam, portanto, pela diminuição ou não de 10% do tempo que poderia ser utilizado pelos candidatos das cidades maiores.




Achou esta página útil? Então....

Curta ou Compartilhe com os amigos:

Recomende ao Google:

Conte aos seus seguidores:

indique esta página a um amigo Indique aos amigos



Os conteúdos do site podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citado o nome do autor (quando disponível) e incluído um link para o site www.jurisway.org.br.


Comentários