JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Novo CPC com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Notícias Jurídicas

Últimas notícias

Procon-MG promove evento Procon-MG fala com Você - Lei de Meia-entrada
Eventos - (14/05/2019)

Procon-MG promove 22º Encontro sobre Consumo e Regulação - Boas Práticas na Revenda de Produtos Cárneos
Eventos - (24/04/2019)

Procon-MG promove 7ª Edição do Momento educAtivo com o tema "O que o consumidor deve saber na hora de contratar um empréstimo?"
Eventos - (25/03/2019)

Procon-MG promove 21º Encontro sobre Consumo e Regulação - Proteção de Dados Pessoais e Defesa do Consumidor
Eventos - (20/03/2019)

Procon-MG promove evento no Dia Mundial de Defesa do Consumidor
Eventos - (07/03/2019)

Procon-MG promove Encontro sobre Capacitação em Publicidade de Alimentos e Direitos do Consumidor
Eventos - (25/11/2018)

Procon-MG promove evento sobre boas práticas de preparo e venda de alimentos ao consumidor
Eventos - (15/11/2018)

Procon-MG promove 6ª Edição do Momento educAtivo, dessa vez com o tema "A liberdade de escolha do consumidor sob a perspectiva comportamental"
Eventos - (02/10/2018)

Mais notícias do dia...

2º Júri de Ceilândia: acusados de matar criança em tiroteio vão a júri segunda-feira

Perguntas e Respostas JurisWay
Ferramentas Facebook:
Envie para um amigo:


Ou compartilhe com todos:

Menino de 5 anos foi morto na guerra entre gangues

O 2º Tribunal do Júri de Ceilândia julga segunda-feira, 22/9, a partir das 8h30, Michael Wallison de Oliveira e Fleurismar Alves, acusados da morte de uma criança de 5 anos, Oséias Rodrigo Rocha dos Santos Souza, e tentativa de homicídio contra André Luiz Pereira e Zulmira Pereira da Silva, em abril de 2008.

Consta dos autos que os crimes foram cometidos por motivo torpe, vingança entre gangues rivais, no dia 8 de abril de 2007, por volta das 16h45, na QNM 20, conjunto K, em frente aos lotes 17 e 25 - Ceilândia Norte (DF), quando os denunciados efetuaram disparos de arma de fogo contra seu inimigo de gangue, André Luiz Pereira, ferindo-o. No trajeto da fuga, a vítima André passou pelo local em que as vítimas Zulmira Pereira da Silva e o menino de 5 anos, Oséias Rodrigo Rocha dos Santos Souza, estavam. Vendo tais pessoas, os denunciados, desprezando o possível resultado morte dessas, continuaram a efetuar disparos contra André. O menino foi atingido e morto. Zulmira, por sua vez, foi atingida na perna esquerda e saiu ferida.

Os réus estão incursos nos artigos 121, § 2º, incisos I IV (homicídio qualificado por motivo torpe mediante meio que impossibilitou a defesa da vítima - pena de 12 a 30 anos) e no mesmo artigo e incisos, combinado com o artigo 14, II (tentativa de de homicídio qualificado por motivo torpe e sem dar à vítima chance de defesa - a mesma pena do homicídio qualificado, diminuída de um a dois terços), por duas vezes.

Voltar para notícias

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.
 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados