JurisWay - Sistema Educacional Online
 
JurisWay - Recursos no Novo CPC com Certificado
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Artigos
Fale Conosco
Mais...
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Notícias Jurídicas

Últimas notícias

Procon-MG promove evento Procon-MG fala com Você - Lei de Meia-entrada
Eventos - (14/05/2019)

Procon-MG promove 22º Encontro sobre Consumo e Regulação - Boas Práticas na Revenda de Produtos Cárneos
Eventos - (24/04/2019)

Procon-MG promove 7ª Edição do Momento educAtivo com o tema "O que o consumidor deve saber na hora de contratar um empréstimo?"
Eventos - (25/03/2019)

Procon-MG promove 21º Encontro sobre Consumo e Regulação - Proteção de Dados Pessoais e Defesa do Consumidor
Eventos - (20/03/2019)

Procon-MG promove evento no Dia Mundial de Defesa do Consumidor
Eventos - (07/03/2019)

Procon-MG promove Encontro sobre Capacitação em Publicidade de Alimentos e Direitos do Consumidor
Eventos - (25/11/2018)

Procon-MG promove evento sobre boas práticas de preparo e venda de alimentos ao consumidor
Eventos - (15/11/2018)

Procon-MG promove 6ª Edição do Momento educAtivo, dessa vez com o tema "A liberdade de escolha do consumidor sob a perspectiva comportamental"
Eventos - (02/10/2018)

Mais notícias do dia...

TCU condena ex-funcionário da Caixa

Perguntas e Respostas JurisWay
Ferramentas Facebook:
Envie para um amigo:


Ou compartilhe com todos:

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou Jorge Luis Campos Lago, ex-funcionário da Caixa Econômica Federal (CEF), a pagar R$ 77.098,25, valor atualizado, por irregularidades praticadas na agência São Luís (MA), que geraram prejuízo à entidade. Investigações apontaram a utilização, indiscriminada e em proveito próprio, da rubrica Outros Valores a Ressarcir por Empregados e de valores pertencentes à conta de cliente da Caixa e de conta pertencente à Associação dos Empregados da Agência São Luís, além de regularização fictícia de débitos.
      O ex-funcionário ainda foi multado em R$ 8 mil e terá 15 dias para comprovar o recolhimento das dívidas aos cofres do Tesouro Nacional e da CEF. A cobrança judicial foi autorizada. Cabe recurso da decisão. O ministro Marcos Vilaça foi o relator do processo.

 


ACÓRDÃO Nº 1874/2007 1ª Câmara
TC - 014.810/2004-5
Ascom - (AC/260607)

Voltar para notícias

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.
 
Copyright (c) 2006-2019. JurisWay - Todos os direitos reservados