Página
Inicial
JurisWay
é...
Responsabilidade
Social no Brasil
Anuncie
Conosco
Conheça nossos
Colaboradores
Profissionais
Classificados
Críticas e
Sugestões
Busca Geral JurisWay
Login JurisWay


Esqueceu login/senha?
Lembrete por e-mail

Ainda não tem login?
Cadastre-se já!

 
Conteúdo  gratuito.
Cadastro opcional.


Conteúdo JurisWay

 

Fórum de Discussões

Este espaço é destinado ao uso exclusivo dos usuários do site, que podem interagir entre si fazendo suas perguntas e ajudar os outros dando respostas.

Atenção: Os conteudistas do JurisWay não respondem perguntas através do Fórum.

 
indique está página Indique aos amigos
 
Direito de Família
Mostrando 1-4 de 4 registros.

Flavia
QUAIS OS DIREITOS DA TIA E DA AVÓ MARTERNA??? ()
TENHO UM SOBRINHO DE 7 ANOS E QUE NESSE PERÍODO SEMPRE ESTEVE PRESENTE COMIGO COM A AUTORIZAÇÃO QUE NUNCA ME IMPEDIU DE VER O MEU SOBRINHO. HOJE ELA ESTA MORANDO COM UM RAPAZ E PELO FATO DO MEU IRMÃO NÃO CUMPRIR COM AS SUAS DEVIDAS OBRIGAÇÕES COM O MENOR(FILHO), O COMPANHEIRO DELA PROIBIU-ME DE PEGAR MEU SOBRINHO ALEGANDO ELE QUE SUSTENTA, EU TIVE ATÉ UMA DISCURSÃO COM ELE PORQUE ELE DISSE Q NÃO PROCURO SABER SE ELE COME, VESTE...TENHO COMO PROVAR QUE DESDE QUE O MEU SOBRINHO RICHARD NASCEU DENTRO DAS MINHAS CONDIÇÕES EU O AJUDAVA, ELE SEMPRE PASSEOU COMIGO,PASSOU FÉRIAS, E HOJE ESTAMOS AFASTADOS SOFRENDO EU ,ELE E MINHA MÃE,POIS ELE O PADRASTO NÃO ADMITE Q PEGAMOS ,POIS ELE QUE SUSTENTA E NÃO ACEITA DA POSSIBILIDADE DO MENINO ESTAR NA MINHA COMPANIA E O PAI O VE-LO.TENHO PROVAS E TESTEMUNHAS DA CONVIVÊNCIAS COM MEU SOBRINHO O CARINHO QUE TEMOS UM COM O OUTRO.GOSTARIA DE SABER SE ESSA SITUAÇÃO É PERMITIDA E E ACONSELHAMENTO DE COMO DEVO AGIR LEGALMENTE PARA TER CONTATO E CONVIVIO COM ELE, AONDE DEVO PREOCURAR?SOU OBRIGADA A PAGAR PARA VE-LO JÁ QUE ELE O PADRASTO EXIGE QUE MEU IRMÃO PAGUE A PENSÃO E O MESMO NÃO A AZ???ONDE DEVO ME DIRIGIR E COMO PROCEDER??´POR FAVOR ME AJUDEM JÁ FAZ 4 MESES QUE NÃO POSSO VER OU PEGAR MEU SOBRINHO!!!SINTO FALTA.
LEMBRANDO Q ELE VIVE COM A MÃE NA CASA DA SOGRA DORME EM UM COLCHONETE, POIS NÃO ESPAÇO PARA TODOS, SÃO SEIS PESSOAS MORANDO EM UMA CASA PEQUENA, INCLUSIVE A SOGRA DELA É DEFICIENTE VISUAL CRIA UM NETO QUE TAMBÉM TEM SUAS NECESSIDADES ESPECIAS E APENAS O PADRATO E O PAI (PADRASTO) TRABALHA PARA SUSTENTAR TODA A CASA , GOSTARIA DE SABER TAMBÉM SE É POSSIVEL SOLICITAR UMA ASSISTENTE SOCIAL PARA VERIFICAR SE ESTAR DIGNA A SUA CRIAÇÃO E CONDIÇÕES DE VIDA?NÃO DESMEREÇO NADA E NEM A NINGUEM.APENAS QUERO PODER ESTAR COM MEU SOBRINHO DE NOVO E SABER SE ESTAR VIVENDO EM UM AMBIENTE FAMILIAR. O PADRASTO É BEM MAIS NOVO QUE A SUA MÃE.MINHA EX CUNHADA TEM ALÉM DO MEU SOBRINHO 3 FILHAS, SENDO DUAS CASADAS (UMA DAS ESTA GRÁVIDA E TEVE QUE SAIR DA RESIDENCIA ONDE MORA A MÃE PELO FAOT DE ESTAR GRAVIDA E N PODER FICAR LA)E A MAIS NOVA FOI ASSASSINADA JUNTO O NAMORADO(ESTAVA ENVOLVIDA COM O TRAFICO).PELO AMOR DE DEUS SUPLICO AJUDA EU PRECISO TER CONTATO COM MEU SOBRINHO, ESTAR COM ELE, TENHO PROVAS DO AMOR QUE TENHO POR ELE E DE TUDO QUE FIZ PARA ELE TER UMA VIDA DIGNA E TRANQUILA,NÃO POSSO PAGAR POR IRRESPONSABILIDADES DE SEUS PAIS.
SEM MAIS,
ATENCIOSAMENTE AGUARDO UM CONTATO,
FLAVIA AMADO
EMAIL:FLAVIA.AMADO@BOL.COM.BR

Graziele
. ()
Bom dia! Estou passando pela mesma situação sou tia é madrinha do filho da minha irmã que faleceu. Sempre estive presente no convívio dele em todos os momentos, até mesmo porque moro no mesmo quintal. Porém desde de que a minha irmã faleceu o pai dele aos pouco foi distanciando o menino de mim e da minha mãe, de um convívio que era diário se tornou sazional ao ponto de eu não encontrar o menino em casa às vezes por tarde da noite, ocorreu que a minha mãe foi questionar para essa falta de convívio e ele mandou a minha mãe procurar os direitos dela. Depois disso eu não consi mais falar com o,meu sobrinho por telefone e nem através de redes sociais. O meu convívio com ele foi totalmente cortado. Estou desesperada e quero muito uma orientação. Minha mãe é uma pessoa idosa e está abalada psicologicamente com essa situação. Como a minha própria mãe falou para o pai que não qur a guarda só quer manter o convívio que hoje foi totalmente cortado. Desde já agradeco e fico no aguardo

Daniele
Amo meu sobrinho! ()
Bem, estou aqui porque não sei mais o que fazer com o problema pelo qual estamos passando meu marido e eu, a história é muito longa, mas vou tentar resumir um pouco. Tenho um sobrinho de cinco anos que convive comigo desde que nasceu, sou tia e madrinha dele, nossa não tenho palavras para dizer o quanto amo essa criança, desde que ele nasceu sempre viveu aqui perto de nós e acho que pelo fato de não termos filho nos apegamos demais a essa criança, como se fosse o nosso próprio filho. Bom, o problema é seguinte a mãe dele que é minha irmã e eu nunca nos demos muito bem, mas sempre vivemos muito próximas uma da outra, mas o fato de nós termos nossas brigas não quer dizer que eu deixe de amar o filho dela o qual fui a primeira a pegar no colo depois dela quando ele nasceu, ela sempre usou o meu amor por ele pra se vingar de mim, sempre que tinhamos uma discurção qualquer ela já tratava logo de afastar ele de mim, pois sabia que aquilo eu não aguentaria passar. Os anos foram passando e as coisas foram piorando, até chegar ao ponto de ela mesma falar pra ele que não se aproximasse de nós, pois se ela soubesse bateria nele, por um tempo ele ficou tão traumatisado que tinha medo até mesmo de olhar pra mim, nossa aquilo mim doeu muito, mas graças a Deus o amor que temos um pelo outro é muito grande e consegui fazer com que ele perdesse esse medo. Mas agora foi muito pior tivemos uma briga feia e ela disse pra mim que nunca mais ele iria na minha casa, não sei mais o que fazer meu marido e eu estamos desesperados e sofrendo com isso, pois sabemos que dessa vez além da decisão dela tem também a do padrasto que sempre teve raiva da nossa aproximação com ele, assim sabemos que ela não vai mesmo deixar que ele vá mais nos ver, pois ela faz tudo que ele quer, acho até que ela gosta mais do marido do que do filho, mas isso não vem ao caso pois sei que o filho é dela, gostaria de saber se diante dessa situação eu tenho algum direito como tia perante a lei, e quem devo procurar para mim ajudar, pois a única coisa que quero é puder ver meu sobrinho como sempre vi. tenho provas suficientes de que a criança é louca por nós, de que sempre demos muito amor a ele, sempre levamos ele pra passear e que ele também tem por nós o mesmo amor. Não é toa que ele se espelha no meu marido como se ele fosse o próprio pai, quando alguém pergunta pra ele" a quem você puxou assim, ele responde ao meu tio" acho que por aí você tira o quanto ele gosta de nós. Por favor mim ajudem se eu tenho algum direito eu pesso que mim digam o que fazer e quem procuar. Bom, espero que tenha conseguido esclarecer um pouco a situação e que possam mim dar uma boa resposta, vou aguardar anciosa, muito obrigada.

Marcia
Resposta ref. este caso ()
Bom dia.
Estou passando pela mesma situação deste casal e gostaria de saber a resposta ref. os direitos dos tios se é que existem.
Obrigada

Postar mensagem neste tópico

Voltar aos tópicos

Primeira << Anterior [1] Próxima >> Última

 
indique está página Indique aos amigos
 
© Copyright 2020 JurisWay - Todos os direitos reservados