JurisWay - Sistema Educacional Online
 
 
Cursos
Certificados
Concursos
OAB
ENEM
Vídeos
Modelos
Perguntas
Notícias
Fale Conosco
 
Email
Senha
powered by
Google  
 
 Notícias Jurídicas

Últimas notícias

Empresa que publicou em jornal abandono de emprego de trabalhador demitido sem justa causa é condenada
TRT - 15ª Região - SP (Campinas) - (21/10/2014)

TJ isenta pai de alimentar filha que vive em união estável, teve bebê e não estuda
TJ-SC - (21/10/2014)

Perícia atesta fibromialgia e sustenta indenização após aposentadoria por invalidez
TJ-SC - (21/10/2014)

Supermercado deverá indenizar por queda de cliente
TJ-MS - (21/10/2014)

Homem acusado de exploração sexual pela internet tem pedido de liberdade negado pelo TJRO
TJ-RO - (21/10/2014)

Negada em liminar multiparentalidade na certidão de bebê
TJ-RS - (21/10/2014)

Indenização por tempo excessivo em fila de banco necessita de comprovação
TJ-DFT - (21/10/2014)

CPI Mista ouve atual diretor de Abastecimento da Petrobras nesta quarta
Senado Federal - (21/10/2014)

Mais notícias do dia...

TJ RO concede Habeas Corpus preventivo a depositário infiel

Perguntas e Respostas JurisWay
Ferramentas Facebook:
Envie para um amigo:


Ou compartilhe com todos:

O Juiz Valdecir Castellar Citon, convocado para compor a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, em substituição a desembargadora Zelite Andrade Carneiro, que se encontra de férias, concedeu um Habeas Corpus, com pedido de liminar, a Braulino Zampieri que estava na iminência de ser preso por depositário infiel.

O HC preventivo é um instrumento jurídico utilizado em situações que representam ameaça ao direito de ir e vir do cidadão, direito garantido pela constituição federal.

A defesa alegou que a prisão civil do depositário infiel foi considerada ilegal pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e, mesmo tendo o Juízo da 1ª Vara Cível da Comarca de Rolim de Moura reconhecido a ilegalidade da prisão de depositário, não a revogou.

De acordo com o relator do HC, Valdecir Castellar Citon, Braulino Zampieri foi declarado depositário infiel pois não teria efetuado a entrega dos bens penhorados, bem como não apresentou comprovantes fiscais dos mesmos. No caso em questão, já existe entendimento jurisprudencial do STF, dizendo ser incabível a prisão civil do depositário infiel, disse o magistrado.

Assessoria de Comunicação Institucional - TJ RO

Voltar para notícias

Importante:
1 - Todos os artigos podem ser citados na íntegra ou parcialmente, desde que seja citada a fonte, no caso o site www.jurisway.org.br.
 
 
Copyright (c) 2006-2014. JurisWay - Todos os direitos reservados